<
>

NBA: Brooklyn Nets 'não sabe o que fazer' com Kyrie Irving, que não se vacinou e pode ser desfalque contínuo

O Brooklyn Nets continua em dúvida sobre as intenções reais do armador Kyrie Irving de ser vacinado e não tomaram uma decisão se a organização vai acomodá-lo como um jogador em apenas parte dos jogos da NBA nesta temporada, fontes disseram à ESPN na última terça-feira.

Antes, havia um otimismo de que Irving seria vacinado e cumpriria as normas do governo local, permitindo que ele treinasse e jogasse em Nova York nesta temporada. Mas a esperança está diminuindo e, com a resistência contínua à vacinação, os Nets estão se preparando para a possibilidade de estarem sem ele para treinos em casa e jogos pelo futuro próximo, fontes disseram à ESPN.

O fã de esporte acompanha as emoções da NBA com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+. Ainda não é assinante? Clique aqui para mais informações.

Se Irving continuar não vacinado, os Nets poderiam em breve ter de tomar uma decisão se vão permitir que Irving continue viajando com o time, chegando e saindo de Nova York, ou se vão simplesmente mantê-lo afastado, disseram as fontes.

Os Nets têm apoiado explicitamente que Irving considere se vacinar e acreditam que eles o ouviram, apoiaram e educaram, mas a paciência geral da franquia será cada vez mais testada quanto mais Irving evitar se comprometer a ficar com o time em tempo integral.

Os Nets acreditam que ainda são um candidato ao título da NBA com um elenco construído ao redor de Kevin Durant e James Harden e podem ter de tomar decisões difíceis quanto ao futuro de Irving se ele continuar não vacinado e impossibilitado de jogar no Barclays Center ou no Madison Square Garden.

Sob o acordo entre a liga e a união dos jogadores, Irving poderia deixar de receer aproximadamente 380 mil dólares (R$ 2 milhões) para cada jogo em casa que ele perder por conta dos protocolos a partir do jogo de pré-temporada nesta sexta-feira (8) contra o Milwaukee Bucks. Irving, de 29 anos, está sob contrato por mais duas temporadas e vai receber 35,3 milhões de dólares (R$ 193 milhões) em 2021-22.

Depois que Irving não participou de um treino nesta terça-feira, no Brooklyn, o técnico Steve Nash disse que o time não vai considerar realocar treinos para fora de Nova York para acomodá-lo. O time estará fora da cidade por apenas mais um dia até o final da pré-temporada, para jogo contra o Philadelphia 76ers na próxima segunda-feira (11).

O desafio com Irving não vacinado pode testar os Nets imediatamente na temporada regular. Com uma sequência de seis jogos em casa a partir da segunda semana, Irving poderia ficar 11 dias longe de seus companheiros até poder treinar com eles novamente. Essa é uma situação que vai se repetir várias vezes por tempo variado. Durante um período entre novembro e dezembro, os Nets estarão em casa em 20 de 26 dias.