<
>

Campeão da Maratona de Paris projeta desafio na São Silvestre: “Prova muito forte”

A edição de 2021 da São Silvestre contará com a presença do queniano Elisha Rotich, atual campeão e recordista da Maratona de Paris. O fundista quebrou uma marca que durava sete anos, cravando 2’04”21 na prova disputada em solo francês.

Apontado como um dos favoritos a subir no lugar mais alto do pódio da São Silvestre, Elisha citou o clima como um fator determinante para o resultado. O queniano também comentou sobre a importância da tradicional prova disputada na capital paulista.

“Agradeço a oportunidade de disputar a São Silvestre. O que espero é correr muito bem, mas vai depender do tempo, da temperatura e de como os atletas vão correr também”, disse Elisha.

“Essa é uma boa prova para testar a sua forma, pensando nas provas do ano seguinte. É uma prova muito forte e serve como projeção para a próxima temporada”, completou.

Na sequência, Elisha falou sobre o impacto da pandemia da covid-19 na preparação para a prova. Vale lembrar que os atletas serão obrigados a utilizar máscaras na largada e na chegada.

“A pandemia está acontecendo no mundo inteiro, a vida tem que continuar, não pode parar. Tem que caminhar e viver, não pode parar tudo e dizer que não vai fazer mais nada por conta da pandemia. Temos que tratar como se estivesse tudo normal”, finalizou.

A largada da prova de elite masculina da São Silvestre 2021 acontecerá às 8h05 (horário de Brasília) desta sexta-feira, último dia do ano.