<
>

Após preparação no Quênia, Daniel Ferreira quer melhorar sua marca na São Silvestre

Em 2019, Daniel Ferreira foi o brasileiro com a melhor marca na São Silvestre, terminando a prova na 11ª colocação e com o tempo de 46’32. Para superar seu desempenho, o atleta apostou em uma preparação no Quênia, país que costuma dominar as corridas de rua pelo mundo.

“Na minha última São Silvestre, eu tinha voltado ao esporte, fazia seis meses que estava de volta. Então, acabei tendo um resultado que não esperava, terminando na 11ª colocação. Depois da prova, eu disse que iria treinar no Quênia em busca de evolução, que é muito importante para quem quer buscar algo. Eu fui para lá buscar algo e, agora, tenho a oportunidade de competir. Como em 2020 não teve a São Silvestre, deu tempo de trabalhar e ajustar algumas coisas”, disse o fundista.

Danielzinho, como é conhecido o brasileiro, acredita que conseguiu se fortalecer mentalmente no período de treinos no Quênia, modificando alguns aspectos de sua rotina.

“Acho que evoluí na parte psicológica, na forma que você acorda e já está preparado para exercer aquilo que quer para sua vida. Lá, eles vivem de atletismo. Aqui, é totalmente diferente, é o país do futebol. Então, na África você tem a base de alimentação, e o foco é descanso e disciplina. Observei isso lá e estou levando para a minha vida”, afirmou o atleta.

Por fim, Daniel comentou sobre sua expectativa para a corrida deste ano. O brasileiro tem como objetivo imprimir um ritmo forte no trecho intermediário da prova.

“Estou projetando melhorar minha marca, esses 46’32. Isso dá mais ou menos três minutos e meio por quilômetro. A prova será muito tática, vai depender também do clima, se vai estar quente, se vai estar úmido. Eu quero começar a correr na segunda parte da prova, porque é onde começa a São Silvestre, a parte mais difícil, depois que passa aquela ponte. Espero me posicionar muito bem, com a prova se desenhando, porque todos os que estão ali entram para vencer”, finalizou.

A largada da prova de elite masculina da São Silvestre 2021 acontecerá às 8h05 (horário de Brasília) desta sexta-feira, último dia do ano.