<
>

Estrela dos EUA pode perder Jogos Olímpicos por uso de maconha e recebe apoio de astros do esporte

Uma das favoritas para levar a medalha de ouro aos Estados Unidos no atletismo pode perder os Jogos Olímpicos de Tóquio. Sha'Carri Richardson foi flagrada no exame antidoping para o uso de maconha.

A agência norte-americana de antidopagem divulgou o resultado dos exames na sexta-feira (25 de junho) pela manhã. A maconha é um dos produtos proibidos pela instituição. Com isso, Sha'Carri Richardson foi punida por um mês, com a penalização passando a valer a partir do dia 28 de junho.

A princípio, Sha'Carri Richardson ficaria de fora da disputa dos 100m rasos, uma vez que o exame flagrou o uso da substância logo após a atleta conseguir o tempo clasificatório para os Jogos Olímpicos.

Desclassificada, Sha'Carri Richardson poderia ainda disputar o revezamento 4x100 metros, mas não é algo que possa ser cravado. A decisão ainda será tomada pelo órgão regulador do esporte dos Estados Unidos. De acordo com a atleta, Sha'Carri Richardson passou a usar maconha após a morte da própria mãe.

Em entrevista ao canal NBC, dos Estados Unidos, Sha'Carri Richardson explicou o porquê utilizou a substância e sabe que merecia a pena imposta pela agência antidopagem.

"Eu entrei em um estado de pânico emocional. Eu não sabia como lidar com as minhas emoções durante aquele período. Eu peço desculpas a todos que decepcionei e tenho certeza que desapontei. Eu só peço que não me julguem. Sou um ser humano", disse a atleta.

Nas redes sociais, personalidades marcantes do esporte saíram em defesa de Sha'Carri Richardson. Nomes como Odell Beckham Jr, Dwyane Wade, Isaiah Thomas, Joe Thomas, Jamal Crawford e Tyron Woodley se manifestaram publicamente e condenaram a ausência da atleta pelo uso da substância.

Damian Lillard foi ao Twitter e escreveu: 'Isso é sacanagem', e Marcus Lattimore disse que 'isso era apenas sem sentido'.