<
>

Brasileiros conquistam medalha de prata no 4×400 m misto no Mundial da Polônia

No Campeonato Mundial de Revezamentos da Polônia, o Brasil conquistou medalha de prata na prova do 4×400 m misto, neste domingo. Os italianos venceram a disputa, tendo completado a distância em 3:16.60.

Os brasileiros Anderson Henriques, Tiffani Marinho, Geisa Coutinho e Alison Santos cumpriram a prova em 3:17.54, superando os atletas da República Dominicana, que fizeram a prova com 0:00.04 a mais que os sul-americanos.

“Tínhamos o objetivo de brigar pela medalha. Conseguimos a prata, o que é um grande reconhecimento pelo trabalho de toda a equipe. Já estávamos garantidos em Tóquio e agora já temos vaga assegurada para o Campeonato Mundial do Oregon-2022. Todos estão muito felizes e que bom dar um resultado para os atletas dos 400 m”, comentou o treinador Evandro Lazari.

Alisson dos Santos (Foto: Divulgação/World Athletics/Divulgação)

Na prova 4×100 m, o Brasil foi desclassificado tanto no masculino quanto no feminino. Os atletas até tiveram bom desempenho, contudo, ambas equipes pisaram na linha da raia, o que acarretou em eliminação direta.

Wlamir Motta Campos, presidente do Conselho de Administração da Confederação Brasileira de Atletismo, elogiou o desempenho na campanha do 4×400 m misto.

“Foi um resultado excelente, que motiva demais. Uma prova nova, onde o Brasil com certeza tem um potencial de crescimento muito grande. Então estou confiante que nós tenhamos uma grande participação nos Jogos Olímpicos. Meus cumprimentos a todos os atletas, seus treinadores individuais e equipes multidisciplinares pelo trabalho sensacional”, disse.

“Com relação ao 4×100 m, feminino e masculino, tenho certeza de que estamos no caminho certo. Estamos falando de alto rendimento em que não podemos ter erro. Tivemos falhas técnicas, mas é olhar para frente”, completou.