<
>

Brasileira se aproxima de índice olímpico e se classifica para o Sul-Americano no Arremesso de Peso

Na manhã deste sábado, a atleta Geisa Arcanjo bateu a marca de 18,39m no arremesso de peso no Torneio Cidade de Bragança Paulista. O desempenho garantiu vaga no Campeonato Sul-Americano, que acontece em maio, na Argentina.

O torneio de Bragança classifica os dois primeiros atletas das provas individuais para o Sul-Americano, além das chances para os competidores melhorarem as marcas.

O arremesso acima dos 18 metros de Geisa ficou 11cm acima do índice olímpico: “Eu já esperava fazer acima dos 18 metros, mas a surpresa foi ficar tão perto do índice olímpico (18,50 m). Me dá a confiança de que o índice olímpico está na porta”, comentou a atleta.

'>

Na prova de velocidade, Jorge Vides ficou com o melhor tempo nos 100m – 10.30. O brasileiro estava no camping de revezamento da Seleção, nos Estados Unidos, e acabou sentindo uma lesão: “Me senti um pouco cansado por causa da viagem – chegamos na terça (20/4). A marca ainda não é a que eu esperava, mas agora é trabalhar para melhorar cada vez mais e buscar o índice individual”.

No feminino, foi Bruna Farias que obteve o melhor tempo nos 100m – 11.67. “Era uma oportunidade muito boa de competir aqui e temos de aproveitar para pegar ritmo para o Troféu Brasil, para entrar na Olimpíada. A gente precisa de competição e é muito interessante a CBAt abrir essa oportunidade para a gente. Foi um bom tiro”, comentou a brasileira.

No lançamento de martelo, Allan da Silva Wolski foi o melhor e lançou para 69,50m: “É muito satisfatório poder transferir o que estou fazendo no treino. Perdi muitos treinos com aquele abre e fecha durante a pandemia em São Paulo, consegui vir para Bragança e dar continuidade e, depois da cirurgia, tem sido bom ter essa constância nos treinamentos”, concluiu.