<
>

Pinheiros busca o quinto título seguido no Troféu Brasil Caixa de Atletismo

O Esporte Clube Pinheiros, tradicional equipe paulistana de atletismo, tentará a quinta vitória consecutiva no Troféu Brasil Caixa. A competição será disputada de quinta-feira a domingo no estádio do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa, na Vila Clementino, em São Paulo.

Campeão do Troféu Adhemar de Barros, antecessor do Troféu Brasil em 1940, o clube venceu as edições de 2016 (463 pontos no geral), de 2017 (592,5), de 2018 (685) e de 2019 (550,5 pontos) e entra como favorito em 2020. O time já havia vencido o torneio cinco vezes seguidas entre 1966 e 1970, quando era disputado em mais de uma etapa.

“A equipe está chegando dentro do novo normal e está bem. Será um Troféu diferente por causa da pandemia provocada pela covid-19. Todos os times enfrentaram muitas dificuldades este ano, não foi diferente para nós. A gente tem respeitado os objetivos de cada um dos nossos treinadores. Alguns já começaram os treinos visando a temporada de 2021, outros fizeram preparação específica para o Troféu Brasil”, disse o técnico Clodoaldo Lopes do Carmo.

Márcio Teles é um dos principais atletas da Orcampi

Os destaques são Fernando Ferreira, campeão do GP Brasil no salto em altura (2,25m); Ana Carolina Azevedo, prata nos 100m; Márcio Teles, ouro nos 400m com barreiras; Jucilene Sales de Lima, campeã no lançamento do dardo (60,89m); e Tiffani Marinho, vice-campeã nos 400m, entre outros.

O Troféu Brasil seguirá todos os protocolos necessários para o combate à transmissão da covid-19. Por isso, só terão acesso ao estádio pessoas credenciadas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), organizadora da competição. Será exigido o uso de máscaras, exceção apenas no momento da prova para atletas, disponibilizado álcool em gel e mantido o cuidado com o distanciamento na câmara de chamada e na área reservada para os participantes, na saída da pista.

Além disso, todos terão a medição corporal aferida na entrada da instalação esportiva da Prefeitura de São Paulo. Por fim, a competição não será aberta ao público.