<
>

Caio Bonfim ganha medalha de prata na disputa do GP Internacional de Rio Maior

Após vencer o GP de Podebrady, na República Checa, em abril, Caio Bonfim, do CASO-DF, conquistou neste sábado outro grande resultado. O brasiliense conquistou a medalha de prata na 29ª edição do Grande Prêmio Internacional de Rio Maior em Marcha, disputado em Portugal.

O brasileiro, medalha de bronze no Mundial de Londres, em 2017, completou os 20 km da competição, válida pelo Circuito Mundial da World Athletics, em 1h22m26s.

O vencedor da prova deste sábado foi o equatoriano Brian Pintado, campeão do Pan-Americano de Lima, de 2019, com o tempo de 1h21m54s. O colombiano Manuel Soto ficou em terceiro lugar, com 1h22m52s.

“A arbitragem esteve muito dura e não deixou o Caio e o Pintado marcharem como gostam. Mas isso faz parte da marcha. O resultado foi muito bom”, comentou a treinadora Gianetti Sena Bonfim, que acompanhou a prova.

O brasileiro Lucas Mazzo, também do CASO-DF, ficou em 10º lugar (1h29m04s). Matheus Gabriel Correa (AABLU-SC) não concluiu a prova e Max dos Santos foi desqualificado após completar a distância.

No feminino, Mayara Luize Vicentainer (AABLU-SC) foi a única representante brasileira, terminando em oitavo, com 1h45m47s. A campeã foi a peruana Kimberly Garcia, que fez 1h32m42s.

Caio prossegue na sua preparação para o Mundial do Oregon, nos Estados Unidos, de 15 a 24 de julho. Antes disso, ele representará o Brasil no Campeonato Ibero-Americano de Atletismo, de 20 a 23 de maio, em La Nucia, Espanha, onde disputará os 10.000 metros marcha.