<
>

Tite descarta esquema com quatro atacantes na Seleção e fala sobre ausência de Neymar

Nesta quarta-feira, o técnico Tite, da Seleção Brasileira, concedeu entrevista coletiva um dia antes da partida contra o Equador, pelas Eliminatórias Sul-Americanas. O treinador descartou um esquema tático com quatro atacantes e também falou sobre a ausência de Neymar, que está lesionado.

“Não consigo ver, sob ideia de futebol, dois atacantes [pelas laterais], dois atacantes centrais, dois volantes fixos e uma lacuna no meio-campo, onde pode ter um pensador. Penso futebol sempre com ter jogadores ou de lado, que flutuam e que organizem, ou de frente, que possam exercer uma função de meio-campista, criativo. Atacar é com quantos a gente chega, e não com quantos a gente tem”, pontuou o comandante.

Tite ainda falou sobre o comportamento dos atacantes durante a fase defensiva do jogo. Ele afirmou que não iria “entrar em debate do que é certo ou errado”, mas explicou a função tática dos jogadores.

“É a compreensão tática do sistema, das posições e funções. O que o Jairzinho fez na Copa de 70, que é um jogador de recomposição e transição, ele exemplifica bastante. Com bola, posso afirmar que eles têm a liberdade criativa. Estar mais ou menos com a bola é do modelo de futebol da equipe: se vai fazer o adversário correr mais ou se vai esperar para contra-atacar”, declarou.

Por fim, o técnico também falou sobre a ausência de Neymar, que lesionou o tornozelo em novembro e segue em recuperação no Paris Saint-Germain.

“Claro que eu quero sempre ter o Neymar. Mas, por vezes, as situações não ocorrem dessa forma. Então, esse fortalecimento da equipe é sempre um marco mais forte. A equipe é sempre o objetivo maior. As individualidades acabam acontecendo. Ficamos sentidos com o Neymar. Mas tem, também, outros valores e qualidades”, pontuou Tite.

Líder das Eliminatórias, o invicto Brasil entra em campo pela primeira vez em 2022 nesta quinta-feira, às 18h00 (de Brasília), quando visita o Equador em Quito. Já na terça-feira, recebe o Paraguai, no Mineirão, às 21h30.