<
>

Tyson Fury ataca e chama Deontay Wilder de 'mau perdedor' após polêmica em cumprimento

play
Fury consegue nocaute devastador contra Wilder, vence mais uma vez e mantém título mundial no boxe; veja como foi (0:59)

Britânico segue invicto no boxe | Assista ao melhor do boxe pela ESPN no Star+ (0:59)

O britânico Tyson Fury criticou a postura do norte-americano Deontay Wilder após o confronto vencido por Fury no 11º round, quando manteve o cinturão mundial da WBC (Conselho Mundial de Boxe): “É simplesmente um mau perdedor”.


No último sábado (09), Tyson Fury confirmou o motivo de ser um dos maiores nomes da história do boxe. Na trilogia diante de Deontay Wilder, o britânico nocauteou o adversário no 11º round e manteve o cinturão mundial da WBC (Conselho Mundial de Boxe). Além disso, o lutador também segue invicto em sua carreira após 32 combates.

No entanto, após o combate, houve um desentendimento entre os dois lados. Após meses de promoção para esse duelo, o clima entre os dois não era o mais amistoso, mas após vencer o combate, Fury fez questão de deixar todo o desentendimento para trás ao cumprimentar Wilder, para selar as ‘pazes’ entre eles.

Mas o britânico teve uma surpresa negativa com esse gesto por parte do adversário e não deixou de criticá-lo.

“Lutamos como dois guerreiros lá e fui até ele aperta sua mão e dizer 'bom trabalho', mas ele foi tipo: 'Não, não te respeito'. É simplesmente um mau perdedor. E tenho certeza que não foi o primeiro e nem será o último, mas sempre fui um cavalheiro pela minha carreira e é tudo o que posso fazer”, afirmou o lutador.

Tyson Fury, de 32 anos, possui uma carreira de sucesso no boxe e, atualmente, é um dos atletas mais populares da modalidade. O ‘Gipsy King’ disputou 32 lutas na nobre arte e segue invicto no esporte, com 31 vitórias, sendo 22 nocautes, e um empate.