<
>

Rivellino critica Tite por 'não mudar nada' desde a Copa de 2018 e elege seu técnico preferido para 2022

A seleção brasileira vem empilhando vitórias nos últimos meses nas eliminatórias para a Copa do Mundo e na Copa América. Ainda assim, o trabalho de Tite é contestado por alguns torcedores e ex-jogadores.

Campeão do mundo em 1970, Rivellino se somou à essa lista, fazendo críticas às poucas mudanças que o treinador tem feito na equipe brasileira.

“Ele não muda, bate no peito o esquema dele, joga daquele jeito. De todo mundo que vem, não tem protagonista, só tem um”, disse em entrevista ao programa Arena SBT.

Para o ex-jogador, inclusive, Tite não deveria ser o treinador da seleção para a Copa do Mundo de 2022, por conta dessa falta de mudanças, relembrando que, após a eliminação para a Bélgica, ele havia prometido que mexeria no time.

“Não, eu acho que ele perdeu a oportunidade, quando perdeu da Bélgica, que ele disse que seria diferente e não mudou nada”, afirmou.

Por fim, Rivellino elegeu Renato Gaúcho como o treinador que escolheria para a seleção, por gostar de sua forma de trabalhar, fazendo com que os jogadores repitam aquilo que ele fazia em campo.

“Renato Gaúcho, eu gosto do Renato. Porque ele faz jogador, como foi um ex-jogador, ele sabe o que você faz e diz o que você faz dentro de campo”, apontou.