<
>

Seleção brasileira: Em 2 jogos, Tite já colocou 21 dos 24 convocados para a Copa América em campo

play
Deu saudade, torcedor do Flamengo? Vini Jr. dá assistência, Paquetá completa com chapada na bola e faz belo gol no treino da seleção (0:05)

Via: CBF TV | Próximo duelo do Brasil é contra a Colômbia, na próxima quarta-feira (23) (0:05)

Antes da Copa América, o técnico da seleção brasileira, Tite, avisou: usaria a competição sul-americana para fazer vários testes na equipe, até como forma de dar oportunidades a atletas com baixa minutagem pela equipe, o que ajudaria a montar o elenco pensado para a Copa do Mundo 2022.

Após dois jogos no torneio (vitórias por 3 a 0 sobre Venezuela e 4 a 0 sobre Peru), o treinador vem cumprindo sua promessa.

Até o momento, Tite colocou nada menos do que 21 dos 24 convocados em campo na Copa América.

Os únicos que ainda não entraram em campo foram o goleiro Weverton, o zagueiro Felipe e o volante Douglas Luiz - cabe salientar que Felipe sofreu entorse no joelho e está fazendo fisioterapia, segundo publicou primeiramente o UOL e confirmou a ESPN Brasil.

Por outro lado, já atuaram os goleiros Alisson e Ederson; os laterais Danilo, Emerson, Alex Sandro e Renan Lodi; os zagueiros Marquinhos, Militão e Thiago Silva; os volantes Casemiro, Fred e Fabinho; os meias Lucas Paquetá e Everton Ribeiro; e os atacantes Neymar, Gabriel Jesus, Gabigol, Vinicius Jr., Everton "Cebolinha", Richarlison e Roberto Firmino.

Entre os jogos e Venezuela e Peru, aliás, Tite e sua comissão optaram por fazer várias mudanças de uma vez: foram seis alterações ao todo.

play
0:15

Casemiro mostra finalização em dia e vence Weverton duas vezes com chutes cruzados em treino da seleção

Via: CBF TV | Próximo duelo do Brasil é contra a Colômbia, na próxima quarta-feira (23)

Com isso, o Brasil não se encontrou no 1º tempo contra o Peru, apesar do gol marcado logo aos 6 minutos de partida, por Alex Sandro.

Na 2ª etapa, a equipe melhorou após as entradas de Everton Ribeiro e Richarlison nos lugares de Gabigol e "Cebolinha", mas, em sua coletiva, Tite reconheceu que acabou "mexendo demais" de uma vez só entre a 1ª e a 2ª rodadas da Copa América.

"Fizemos mudanças tentando manter a estrutura da equipe. No primeiro tempo, a equipe mudou demais. No que mudou demais, perdeu a sincronia", argumentou, em sua coletiva após o triunfo sobre os peruanos, na última quinta-feira, no Rio de Janeiro.

Ainda assim, Tite salientou que seguirá fazendo alterações no time entre as partidas, ao menos na fase de grupos.

De acordo com o comandante, os objetivos prioritários da Copa América são ganhar o título e jogar bem. No entanto, a comissão técnica entende que a competição é o momento ideal para fazer testes e dar oportunidades a atletas em diversas situações de jogo.

"A gente quer ter, sim, título, grande campanha e desempenho, mas, paralelamente a isso, queremos oportunizar atletas para jogar, porque o campo fala, a bola fala", explicou.

O Brasil só volta a campo na próxima quarta-feira, contra a Colômbia, pela 4ª rodada da competição sul-americana.

O duelo será novamente no Engenhão, no Rio de Janeiro, às 21h30 (de Brasília), com transmissão ao vivo da ESPN Brasil e do ESPN App.