<
>

Danilo revela morte de amigo por COVID-19 e fala sobre imbróglio seleção brasileira x Copa América

play
Danilo explica post feito após perder amigo de 28 anos para COVID: 'Na seleção, não somos insensíveis ao que muita gente está passando' (1:41)

Lateral direito concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira (1:41)

Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, em Teresópolis-RJ, o lateral-direito Danilo, da seleção brasileira, comentou o imbróglio entre os atletas do Brasil e a organização da Copa América antes do início da competição.

Brasil x Peru será na quinta-feira (17), às 21h (de Brasília), com transmissão ao vivo da ESPN Brasil e do ESPN App

De acordo com o ala, os jogadores da seleção estavam, sim, atentos, aos terríveis números da pandemia de COVID-19 no país, e salientou o "sofrimento" que a população brasileira vem vivendo desde o ano passado.

Danilo ainda abriu o coração e revelou que perdeu recentemente um amigo de 28 anos para a doença causada pelo coronavírus.

"Muitas vezes, nós, os atletas, não temos o poder de decisão em uma coisa ou outra. Mas, naquele momento, naquele texto que eu fiz (sobre COVID-19 no Instagram), eu quis simplesmente, de alguma maneira, demonstrar que nós, principalmente dentro da seleção, não somos insensíveis ao que muita gente está passando e ao sofrimento de tanta gente", apontou.

play
1:36

Seleção precisa dar show? Danilo cita o amigo Cristiano Ronaldo e explica: 'Importante é o equilíbrio'

Lateral direito concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira

"Eu, particularmente, naquele exato dia (da postagem do texto), tinha perdido uma pessoa que não era meu familiar direto, mas que era um jovem de 28 anos, da minha cidade de Bicas, que é uma cidade pequena e já perder muita gente para a COVID-19", lamentou.

"Ele era um jovem que teve infância ligada à minha, crescemos no mesmo bairro, e, de repente, ter a notícia de que ele tinha falecido pela COVID me tocou muito naquele dia. E tem vários outros exemplos parecidos na minha cidade, apesar dela ser pequena", seguiu.

"Então, eu quis, de alguma forma, demonstrar que não somos insensíveis à COVID e ao sofrimento das pessoas, e quis mostrar que, mesmo com a gente estando focado na competição (Copa América), que é nossa obrigação como atleta da seleção, somos seres humanos, temos coração e não somos indiferentes ao que as pessoas estão passando", complementou.

Danilo deve ser titular na partida contra o Peru, nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília), no estádio Nílton Santos, no Rio de Janeiro, pela 2ª rodada do grupo B da Copa América.

Tite, porém, ainda realizará mais um treino nesta quarta-feira, às 15h30, na Granja Comary, em Teresópolis.

Em seguida, o treinador dará entrevista coletiva para falar da preparação para a partida contra os peruanos.