<
>

Em quantos jogos Neymar passará Pelé e se tornará o maior artilheiro da seleção brasileira? Veja projeção

play
Tite evita comparação com Pelé e Zico e elogia movimentos de Neymar: 'Ele fica um jogador imprevisível' (1:33)

Técnico da seleção brasileira falou após a vitória por 3 a 0 sobre a Venezuela (1:33)

Um fato é cada vez mais claro: em breve, Neymar passará ninguém menos do que Pelé e se tornará o maior artilheiro da história da seleção brasileira (segundo as contas da Fifa).

No último domingo, o jogador do PSG marcou na vitória por 3 a 0 sobre a Venezuela, pela abertura da Copa América, e chegou a 67 tentos em 106 partidas com a camisa verde e amarela.

Agora, faltam apenas 10 bolas na rede para igualar o "Rei do Futebol", que fez 77 gols em sua mais do que vitoriosa passagem pela seleção (92 jogos).

Mas quanto tempo levará para Neymar superar o incrível feito de Pelé, que não foi batido nem por nomes como Ronaldo "Fenômeno" e Romário?

Caso ele mantenha sua média de gols, a projeção é que isso ocorra em um espaço de aproximadamente 17 ou 18 jogos.

Explica-se: como fez 67 gols em 106 partidas, a média de Ney é de 0,63 gol/jogo. Isso quer dizer que, para marcar mais 11 tentos e superar Pelé, o atleta do PSG precisaria de 17,4 jogos (ou seja, um espaço entre 17 e 18 duelos).

Mas, apesar do atual camisa 10 da seleção estar cada vez mais próximo de bater o "Rei do Futebol", o técnico do Brasil, Tite, pede calma com as análises.

De acordo com o treinador, não faz sentido traçar comparações entre Neymar, Pelé e seus números, por exemplo, devido às diferenças do futebol em cada época.

"Não vamos comparar épocas, atletas, números... Existem atletas de magnitude de um Zico, que é da minha geração e era extraordináio, hoje a geração atual tem o Neymar extraordinário. Logo ali atrás houve Romário e Ronaldo, ambos extraordinários. Então, são etapas, são ciclos, são momentos, e a gente tem que ter muito cuidado para não compará-los", salientou.

A próxima chance de Ney segue em busca do recorde do "Rei" será na próxima quinta-feira, quando a seleção enfrenta o Peru, no Rio de Janeiro, pela 2ª rodada do grupo B da Copa América.

CBF usa critérios diferentes

Vale ressaltar que Neymar só está perto de igualar e superar Pelé de acordo com as contas da Fifa.

Se forem levados em conta os números da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), o ex-Barcelona ainda está muito longe de encostar no tricampeão do mundo.

Isso porque a CBF conta também gols marcados por jogadores da seleção em amistoso contra clubes ou combinados, algo que era muito comum no passado, mas que deixou de acontecer atualmente.

Segundo os critérios da Confederação, Pelé anotou 95 vezes em 115 jogos. Ou seja: Ney ainda precisaria de mais 28 bolas na rede para chegar.

Nas contas da CBF, aliás, Neymar está atualmente empatado com Ronaldo "Fenômeno": 67 tentos para cada um, no 2º lugar geral do ranking.

Se forem levados em conta os números da Fifa, porém, Ney já superou R9 ainda em 2020, quando chegou aos 63 gols com a camisa da seleção e superou os 62 do "Fenômeno".

play
0:34

Neymar e Gabigol juntos? Tite destaca que vai dar oportunidade a todos, mas despista sobre a escalação da dupla

Técnico da seleção brasileira falou após a vitória por 3 a 0 sobre a Venezuela

*Colaborou Murilo Borges