<
>

Com goleiro Bruno sob cuidados, Rio Branco-AC tem intoxicação alimentar, e CBF adia jogo pela Série D

play
Samba, Tevez! Astro do Boca Juniors posta vídeo dançando com a família toda (0:18)

@__carlitostevez | 'TikTok em família', publicou o argentino (0:18)

A CBF resolveu adiar o jogo do Rio Branco-AC contra o Bragantino depois que quase todos os membros da delegação acreana tiveram intoxicação alimentar. A partida sétima rodada da Série D do Campeonato Brasileiro aconteceria neste domingo.

Bruno, ex-goleiro do Flamengo condenado por assassinato de Eliza Samúdio, é um dos que estão em estado mais grave, de cama, segundo o jornal Extra.

O arqueiro chegou ao time em 2020 depois de muita polêmica.

“Toda delegação do Rio Branco, composta de 24 integrantes, encontra-se na UPA 24h de Bragança, todos com suspeita de intoxicação alimentar. A diretoria já informou à CBF o ocorrido e aguarda uma resposta da mandatária sobre a partida diante do Bragantino. Os que apresentam sintomas mais agravantes são o goleiro Bruno e o meia Guilherme Campana, que encontram-se acamados”, explicou o clube acreano nas redes sociais.

Segundo o Rio Branco, os jogadores almoçaram em outro restaurante da cidade e agora estão no hotel recebendo medicação e hidratação. O Boletim de Ocorrência não foi registrado contra o hotel em Belém.

"Como precisamos relatar à CBF, realizamos um B.O. notificando o ocorrido. Não cabe ao Rio Branco fazer qualquer acusação, somente o relato. A Polícia Civil e a Vigilância Sanitária já estão com o caso. Também não houve críticas ou acusações aos cidadãos de Bragança. Pelo contrário. Fomos muito bem recebidos na cidade e não temos crítica alguma à população".

O Rio Branco-AC ocupa a segunda posição do grupo 1 com 13 pontos, um a menos do que o líder Bragantino-PA.