<
>

Roland Garros: Bruno Soares perde sua primeira final e é vice-campeão de duplas

Bruno Soares encerrou uma longa espera ao enfim chegar à final de duplas de Roland Garros neste sábado (10). Não foi desta vez, porém, que o brasileiro conseguiu o título, derrotado ao lado do croata Mate Pavic pelos alemães Kevin Krawietz e Andreas Mies.

Krawietz e Mies, que eram os atuais campeões do torneio no saibro, venceram em 2 sets a 0, com parciais de 6-3 e 7-5, em 1h29min de partida. Foi o primeiro bicampeonato nas duplas em Roland Garros desde 2009, com Daniel Nester e Nenad Zimonjic.

Já Soares e Pavic chegavam à decisão com o feito de terem derrubado a dupla que era cabeça de chave número 1, os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah. Eles também haviam faturado, há algumas semanas, o título do US Open.

Bruno Soares segue assim com três títulos de Grand Slam nas duplas masculinas, duas vezes no US Open (2016 e 2020) e uma no Australian Open (2016). Ele também tem mais três conquistas nas duplas mistas (também na Austrália e Estados Unidos).

Em Roland Garros, contudo, a melhor participação do brasileiro havia sido duas semifinais, em 2008 e 2013. Para sua primeira decisão, foram necessárias 13 participações.

Vice, Soares também não consegue repetir o feito de Marcelo Melo, único tenista do país campeão nas duplas masculinas – em 2015, ao lado do croata Ivan Dodig.