<
>

UFC: Mais magro, Carlos Boi planeja usar bom preparo físico para nocautear De Castro

play
Em 'aula particular', Francis Ngannou aprende golpes com Teddy Atlas (0:12)

'The Predator' vem de quatro vitórias no UFC (Jairzinho Rozenstruik, Júnior dos Santos, Cain Velasquez e Curtis Blaydes) (0:12)

Neste sábado (3), Carlos Boi vai voltar a pisar no octógono mais famoso do mundo, em evento que será realizado na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi (EAU). O local, inclusive, foi o mesmo de sua estreia no UFC, quando saiu derrotado por Sergey Spivak, por decisão dos jurados. No entanto, agora o baiano quer afastar os fantasmas da sua última apresentação e anotar seu primeiro triunfo pela liga diante de Yorgan De Castro.

Uma das questões que tem chamado bastante atenção na preparação de Boi para o confronto é seu físico. Bem mais magro do que na última vez em que atuou, o brasileiro, em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, justificou a tamanha perda de peso.

“Foi um projeto meu ficar um pouco mais leve para essa luta, até porque a estratégia que vou usar vai exigir muito do meu preparo físico. A expectativa para essa luta está alta porque quero extravasar a frustração da última luta, infelizmente para ele”, afirmou o baiano de 25 anos, antes de aprovar o casamento de jogo com seu adversário.

“O estilo de luta dele vai favorecer, porque vou poder me soltar mais. Muita gente questionou o motivo de eu não ter chutado na última luta e foi mais uma questão de estratégia mesmo. O Spivak era bom para derrubar pegando a perna e agora não vou me preocupar tanto com isso porque ele é um striker”, completou o lutador.

Apesar de ainda estar engasgado com seu último resultado, por ter acreditado que poderia ter saído com a vitória, Carlos Boi revelou o que tirou de lição da derrota para Spivak. De acordo com o brasileiro, quem vai pagar o preço é De Castro.

“A lição que eu tirei é que nunca pode deixar nas mãos dos juízes. Se tiver a oportunidade, tem que acabar logo com a luta para não ter dúvidas. Então eu me vejo vencendo essa luta no primeiro ou segundo round, e com certeza vai ser por nocaute”, adiantou.

No MMA profissional desde 2014, Carlos Boi possui oito vitórias e apenas uma derrota na carreira. O resultado negativo do brasileiro aconteceu justamente em sua última atuação, ao ser derrotado por Sergey Spivak, por decisão majoritária dos jurados, em show realizado na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi, no dia 18 de julho deste ano.