<
>

UFC: Michael Chandler adianta que estará pronto para vencer Khabib ou Gaethje

play
Covington recebe ligação surpresa de Donald Trump e diz: 'Se fosse o Super-Homem ali... eu venceria' (1:55)

Covington retornou ao octógono no último sábado (19) e teve uma grande atuação em vitória sobre Tyron Woodley, por nocaute técnico após uma lesão do rival, na luta principal do UFC Las Vegas 11 (1:55)

Nesta semana, o UFC confirmou a contratação de Michael Chandler. E o lutador chegou com muita moral na organização. O Ultimate já colocou o ex-campeão do peso leve (70 kg) do Bellator como “reserva” do duelo que vale o título da divisão, entre Khabib Nurmagomedov e Justin Gaethje, que encabeça a edição 254 do show, no dia 24 de outubro. O evento em questão acontece na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi (EAU).

Em entrevista ao site ‘TMZ Sports’, o americano recordou que atuou há pouco tempo pelo Bellator, mas destacou que não poderia perder a oportunidade de assinar com o UFC e se colocar à disposição em um evento tão grande. Além disso, Chandler se mostrou confiante de que pode entrar de última hora na luta pelo título e já conquistar o cinturão do UFC, caso aconteça algum imprevisto com Khabib ou Gaethje.

“Não são muitos os caras que aceitariam lutar em um espaço de 11 semanas (atuou pela última vez no dia 7 de agosto em vitória sobre Ben Henderson), especialmente em uma nova organização. Mas sempre fui ativo. No dia seguinte à minha luta, voltei direto para a academia”, disse o ex-campeão do Bellator antes de completar.

“Queria estar pronto se houvesse uma oportunidade em outubro ou novembro, então estou muito animado. Eu sei que estarei pronto para entrar naquele octógono no dia 24 de outubro e vencer Khabib ou Gaethje, se algo der errado (com um deles)”, completou.

No MMA profissional desde 2009, Michael Chandler acumula 21 vitórias e cinco derrotas na carreira. Nas suas recentes cinco apresentações pelo Bellator, o ex-campeão da organização saiu com o resultado positivo em quatro, perdendo somente para o campeão da categoria, Patricio ‘Pitbull’, quando foi nocauteado no primeiro round.