<
>

UFC 252: Jairzinho aposta que vitória o deixará 'próximo' de title shot

play
Quem é Sean O'Malley, a grande sensação do UFC: estiloso, irreverente e invicto (1:15)

Atleta de 25 anos tem um cartel de 12 lutas e 12 vitórias como profissional (1:15)

Após uma ascensão meteórica, com vitórias por nocaute nas suas quatro primeiras lutas pelo UFC, todas disputadas em 2019, Jairzinho Rozenstruik se posicionou no top 10 do ranking dos pesos pesados e viu seu nome começar a ser especulado em uma possível futura disputa de título. Porém, em seu maior teste até o momento no octógono, diante de Francis Ngannou em maio deste ano, o surinamês acabou nocauteado em 20 segundos de disputa, diminuindo a expectativa criada em torno dele.

Neste sábado (15), porém, Jairzinho Rozenstruik encara o ex-campeão da categoria Júnior ‘Cigano’, no UFC 252, em Las Vegas (EUA), no mesmo card onde Stipe Miocic e Daniel Cormier se encontrarão pela terceira vez no octógono, na aguardada disputa pelo cinturão peso-pesado. E, apesar de ter perdido a chance de ser o próximo da fila em razão da derrota para Ngannou, o surinamês – em conversa com a imprensa durante o media day virtual – projetou que um triunfo sobre o brasileiro pode reaproximá-lo de um ‘title shot’ em um futuro próximo.

“Dos Santos (Cigano) faz muito pelo esporte e ainda é uma luta perigosa. Se eu o vencer, eu estarei próximo (de um title shot). A luta pelo título vai acontecer no mesmo dia e Francis vai ser o próximo depois disso”, projetou Rozenstruik, antes de continuar.

“Eu não estou olhando para o passado. Júnior fez muitas coisas pelo esporte. Ele fez muitas coisas boas para o esporte. Mas eu estou olhando adiante para o que eu posso fazer, onde eu quero estar. Para mim, eu estou olhando para a vitória. Eu preciso dela. Tenho algo que eu quero consertar para mim mesmo e eu vou entrar lá e fazer o que faço melhor”, concluiu.

Com quatro vitórias, todas por nocaute, e uma derrota em sua trajetória pelo Ultimate, Jairzinho Rozenstruik ocupa atualmente a sexta posição no ranking dos pesos-pesados da liga. Seu adversário neste sábado, o brasileiro Júnior Cigano está um degrau acima do surinamês na lista.