<
>

UFC: Marlon Vera questiona atenção dispensada por rivais a Sean O'Malley

Após ficar longe do esporte por dois anos ao cumprir suspensão por doping aplicada pela USADA (agência americana antidoping), Sean O’Malley retornou ao octógono do UFC em 2020 com duas vitórias por nocaute consecutivas, conquistando a atenção de fãs, da mídia e, até mesmo, de grandes nomes do peso galo (61kg). A super exposição da jovem promessa tem irritado alguns atletas, que a consideram exagerada, como Marlon ‘Chito’ Vera, seu adversário no próximo sábado (15), na edição 252 do Ultimate, que será promovida em Las Vegas (EUA).

Irritado com a, em sua visão, supervalorização de O’Malley, ‘Chito’ Vera questionou – em entrevista ao site ‘MMA Fighting’ – alguns dos principais nomes da categoria, que parece terem caído na isca jogada pela jovem promessa ao rebater algumas de suas provocações. Um exemplo disso foi Cody Garbrandt, ex-campeão dos galos e próximo desafiante ao cinturão peso-mosca (57 kg), que trocou farpas com Sean através das redes sociais. A atenção dispensada ao rival pode não fazer sentido para o lutador sul-americano, mas ele prometeu tirar proveito da situação.

“Todas as vezes que esses malucos estão falando conosco ou algo do tipo, e nós respondemos, isso é culpa nossa. Por que estamos respondendo a eles? Sempre que você responde a alguém você o faz feliz. Mas esses são caras no top 5 (da divisão). Que idiotas, respondendo a O’Malley que está abaixo deles no ranking. Ele é o que, o 14º colocado agora? Por que vocês estão respondendo a ele? Quanto mais você rebate, mais legal ele fica, porque os caras grandes estão respondendo para a criança. É bom senso”, reclamou Vera, antes de completar.

“Isso é o que eu penso, eu posso estar errado ou certo, mas ele não lutou com ninguém – eu não digo isso para começar a falar m*** – mas é verdade. Os dois últimos caras que ele enfrentou, eles não fizeram nada. Ele venceu Eddie Wineland, que já passou do seu auge há muitos anos, ele não tem lutado na verdade. Ele está chegando com uma vitória contra um novato e ele levou muito dano para vencer a luta. Se você fizer a matemática, ele precisa lutar com alguém como eu para ficar relevante, e adivinha só, eu não estou nem no ranking. Se eu estou no ranking, eu não desafiaria alguém que não está apenas para me provar. Mas todo mundo é diferente, eles me ofereceram a luta e eu disse: ‘Por que não?’. O cara tem um número do lado do nome, isso é bom para mim”, concluiu o equatoriano.

Marlon Vera encara Sean O’Malley no co-main event do UFC 252, neste sábado, em Las Vegas. O equatoriano vem de derrota polêmica para Song Yadong, em maio deste ano, após engatar cinco vitórias consecutivas. Já seu adversário está invicto na carreira no MMA profissional, com 12 triunfos, sendo oito por nocaute, e nenhum revés.