<
>

UFC: Marlon Vera almeja ficar perto do top 5 do peso-galo se vencer Sean O'Malley

play
Cormier menciona que UFC pensou em Jon Jones x Stipe Miocic e conta como 'luta perfeita' para aposentadoria foi construída (1:47)

Valendo o cinturão, lutador peso-pesado fará sua última luta no MMA neste sábado (1:47)

Após ter perdido a sequência de cinco vitórias no UFC, ao ser superado por Yadong Song, em maio desse ano, Marlon Vera agora tem uma grande oportunidade de se recuperar na organização. Neste sábado (15), o equatoriano encara a sensação da franquia, Sean O’Malley, na co-luta principal do UFC 252, em Las Vegas (EUA).

Em entrevista ao podcast ‘Hablemos MMA’, o lutador afirmou que enxerga esse confronto como uma chance de entrar no ranking da organização e na parte de cima. Apesar de ainda não estar entre os 15 primeiros da classificação, o sul-americano destacou sua confiança que pode aproveitar o ‘hype’ do rival, que ainda está invicto na carreira após 12 compromissos, e dar um grande salto na lista com um triunfo.

“Esta é uma luta que me coloca perto dos cinco primeiros. Já vimos lutadores como o Cody Garbrandt, que vinha de três derrotas, venceu alguém que está basicamente do lado de fora do ranking como o (Raphael) Assunção, nocauteou e ficou entre os três primeiros acima do Pedro Munhoz, que o nocauteou”, disse, antes de completar.

“Portanto, esse ranking não faz sentido. Mas como ele é um concurso de popularidade, vencendo o ‘pirralho’, e eles têm que me colocar no topo, isso é bom para mim”, concluiu.

No MMA profissional desde 2010, Marlon Vera possui 17 vitórias, seis derrotas e um empate em seu cartel. De 2018 a 2020 o lutador viveu seu melhor momento no Ultimate, quando engatou cinco vitórias seguidas, sendo três por nocaute e duas por finalização.