<
>

No UFC, Miocic revela preferência por octógono maior, mas diz: 'Não vou chorar sobre isso'

No próximo dia 15 de agosto, Stipe Miocic e Daniel Cormier estarão novamente frente a frente para o terceiro capítulo da trilogia pelo cinturão dos pesos pesados do UFC. Mas desta vez com algumas diferenças. Por conta da pandemia do novo coronavírus, o duelo – que lidera o card da edição 252 – será disputado nas instalações do UFC Apex, em Las Vegas (EUA), sem a presença do público e dentro de um octógono menor do que o normalmente utilizado pela entidade.

E o campeão não parece tão empolgado com a ideia de ter alguns metros a menos dentro do octógono para se movimentar, especialmente diante de um rival especialista em wrestling. Ciente de que o palco do UFC 252 pode favorecer a estratégia de Cormier, Miocic revelou – em entrevista à ESPN – que tem dado atenção especial aos treinos de luta agarrada para anular o plano de jogo do rival.

“Um cage maior é melhor, claro. É o que é. Não vou chorar sobre isso. Eu definitivamente tentei conseguir um cage maior, mas isso não foi possível. O que você vai fazer? Não estou preocupado. O cage da minha academia é do mesmo tamanho, e eu tenho trabalhado em tudo. Existem muito mais ângulos e tal, e ser empurrado contra o cage, você não tem aqueles metros extras. É um pouco diferente. Nós, definitivamente, temos treinado mais wrestling. Ele disse para eu levar minhas sapatilhas de wrestling, então ele definitivamente vai tentar lutar wrestling comigo, mas toda luta começa em pé, não se esqueça disso”, ponderou Stipe Miocic.

No primeiro confronto entre Daniel Cormier e Stipe Miocic, realizado em julho de 2018, ‘DC’ levou a melhor, ao nocautear o, até então campeão, e adicionar o cinturão peso-pesado à cinta dos meio-pesados (93 kg), esta renunciada pelo próprio alguns meses depois. Já em agosto do ano passado, na revanche, Stipe conseguiu recuperar seu título com uma vitória por nocaute técnico sobre o rival.