<
>

UFC: Dana White libera Paige VanZant para negociar com outros eventos

play
Amanda Ribas fala sobre preparação em meio à pandemia: 'Dá, mas não é a mesma coisa' (3:14)

Amanda enfrenta Paige VanZant no UFC 251 no sábado (11) (3:14)

Nas últimas semanas, Paige VanZant foi clara em avisar que seu duelo contra Amanda Ribas, neste sábado (11), em Abu Dhabi, seria o último de seu contrato com o UFC. Além disso, a peso-mosca (57 kg) também reclamou publicamente de seu salário na organização, deixando no ar a possibilidade de, após a luta, conversar com outras organizações em busca de melhores pagamentos. Essa postura, inclusive, ganhou o aval de Dana White, presidente do Ultimate.

Durante conversa com jornalistas ao final do card na ‘Ilha da Luta’, o cartola afirmou que após suas repetidas reclamações a atleta, principalmente após ter sido finalizada no primeiro assalto pela rival brasileira, tem que testar o mercado mesmo e analisar quais serão seus próximos passos no MMA.

“Gosto da Paige. É a mesma coisa que o (Curtis) Blaydes em sua última luta. Quando você reclama muito tipo: ‘Não recebo o que mereço’ e luta de forma inconsistente, uma vez por ano, se machuca, e depois é dominado no primeiro round da luta… Ela definitivamente tem que se testar como free agent”, narrou Dana.

Desta forma, a atleta americana está liberada oficialmente para conversar com outras organizações de MMA e analisar possíveis propostas. Dentre suas reclamações, está o fato de que ela consegue gerar mais dinheiro através de ações em redes sociais do que no octógono.

Lutadora mais midiática do MMA mundial da atualidade, Paige, que já participou de dois reality show nos EUA, não traduz o mesmo impacto através de suas apresentações. Com oito vitórias e cinco derrotas como profissional, a atleta de 26 anos triunfou em cinco oportunidades e tropeçou quatro vezes no maior evento de MMA do planeta.