<
>

UFC: Ladd explica lesão e mira disputa de título com Amanda Nunes no peso-galo ou peso-pena

play
UFC 250: veja como Amanda Nunes deixou Felicia Spencer desfigurada e fez história mais uma vez (0:51)

Brasileira defendeu o cinturão outra vez neste sábado no UFC 250 (0:51)

Atual número três do peso-galo (61 kg) no ranking do UFC, Aspen Ladd estava programada para atuar neste sábado (27) diante de Sara McMann. No entanto, com uma lesão no joelho, a lutadora foi obrigada a se retirar do confronto. Apesar desse contratempo, a norte-americana não deixou se abater e já mira seu retorno ao octógono mais famoso do mundo, inclusive, sonhando até com uma disputa de cinturão diante de Amanda Nunes.

Em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, Ladd explicou como ocorreu sua lesão. De acordo com a atleta, ela se machucou na reta final de camp durante um treino de luta agarrada. Apesar de sentir a dor de ver um ligamento do joelho estalar, Laddd reveloun que pensou que não teria problemas em se manter no evento.

“Foi o meu último dia de treinamento, a última sessão de treino. Era uma situação do tipo luta livre e, em seguida, apenas meu pé foi pego, o resto do meu corpo virou e ouvi um estalo alto. Isso foi uma semana antes de eu ser diagnosticada com o que era. Então, durante aquela semana, eu ainda planejava lutar. Não me entenda mal, doeu, mas foi como: ‘É, meu peso é realmente bom, dói, mas posso trabalhar com isso’. Esse era o plano”, disse.

Mas se ainda não tem previsão de retorno às competições, Ladd revelou que já tem em mente o que pretende na sequência de sua carreira. De acordo com a lutadora, sua ideia é atuar o máximo possível para chegar a uma disputa de cinturão contra Amanda Nunes. E para ela, pode ser no peso-galo (61 kg) ou peso-pena (66 kg).

play
3:31

Do começo difícil ao posto de maior de todos os tempos: Amanda Nunes, a Leoa que dominou o UFC

Brasileira enfrenta Felicia Spencer no UFC 250

“Quero lutar o mais rápido possível e farei o que for preciso para fazer isso. Mas, no momento, descobrir qual o curso da ação, na medida em como lidar com a lesão e voltar dela o mais rápido possível. (…) O fim da estrada é o mesmo em ambas as divisões e em muitos dos pesos-galos, se você tirar o corte da água, são pesos-penas naturais. Eu não teria problemas em lutar nas duas divisões”, completou a lutadora.

Aspen Ladd vem de vitória sobre Yana Kunitskaya em dezembro de 2019, se recuperando assim de sua primeira derrota na carreira, sofrida cinco meses antes pelas mãos de Germaine de Randamie. A peso-galo americana possui quatro triunfos e um revés em sua trajetória no Ultimate.