<
>

UFC: Felicia Spencer admite confiança que pode 'chocar o mundo' ao vencer Amanda Nunes

play
Jon Jones abriu mesmo mão de cinturão do UFC? Cormier acredita que sim (0:58)

Irritado com Dana White, Jones afirmou que abandonará cinturão (0:58)

Neste sábado (6), Felicia Spencer vai ter a missão de tentar acabar com o reinado de Amanda Nunes no peso-pena (66 kg) do Ultimate, na luta principal do UFC 250. Mas engana-se quem pensa que a canadense está com uma pressão extra pelo tamanho desse confronto e a responsabilidade que ele traz. Pelo contrário. A lutadora admitiu que gosta de ser tratada como a zebra e todo o favoritismo ser jogado para a brasileira.

Em entrevista ao site ‘BJ Penn.com’, a lutadora adiantou que prefere um cenário em que não está no centro das atenções, principalmente na questão de ter a obrigação de vencer. No entanto, destacou que está focada como nunca e sabe o que precisa fazer para derrotar a ‘Leoa’ e chocar o mundo.

“Eu amo ser a zebra. Não me afeta em nada as pessoas duvidarem de mim. Isso me dá mais motivação para executar o que preciso. Eu também não tenho pressão sobre mim, então estou pronta para chocar o mundo. Esta também não é a minha primeira vez sendo uma zebra e provavelmente não será a última. Eu estou pronta para fazer uma grande luta”, disse.

Amanda Nunes não perde desde 2014 e, nesse tempo, enfileirou ex-campeãs do UFC como Ronda Rousey, Miesha Tate, Holly Holm, Valentina Shevchenko e Cris ‘Cyborg’. Dessa maneira, a brasileira segue apontada como a ‘GOAT’ (sigla em inglês de melhor de todos os tempos) do MMA feminino. Ciente disso, Spencer confessou que não vai ‘roubar’ esse rótulo da rival, caso conquiste um triunfo, mas que vai iniciar uma nova fase de sua carreira e atrair mais olhares para as suas apresentações.

“Uma vitória seria enorme. Eu não acho que o legado dela se desfaça se perder para mim ou isso me torne a GOAT. Mas isso apenas começa a construir meu legado. Já tenho algumas conquistas no esporte e isso seria enorme”, finalizou a canadense.

Após estrear na entidade com vitória por finalização sobre Megan Anderson em maio de 2019, Felicia Spencer foi escolhida como a rival de Cris ‘Cyborg’ no que seria o último combate da brasileira no octógono mais famoso do mundo, e acabou sendo superada por pontos. Em sua mais recente apresentação, no dia 29 de fevereiro, ‘Feenom’, como é conhecida, derrotou Zarah Fairn dos Santos por nocaute técnico no UFC Norfolk.