<
>

UFC: Dana diz que futuro de Jon Jones depende do lutador

play
Jon Jones x Dana White: o que a guerra de palavras da dupla significa para o UFC (1:52)

Ariel Helwani explica troca de declarações da dupla (1:52)

Em rota de colisão com o UFC recentemente, Jon Jones já propôs abdicar do cinturão dos meio-pesados (93 kg), pediu para deixar a organização e indicou que poderia inclusive nunca mais lutar novamente. Com o futuro do campeão indefinido, Dana White ressaltou que a decisão sobre os próximos passos da carreira do americano é de responsabilidade do próprio lutador.

Em comunicado ao ‘The Canadian Press’, o presidente do UFC destacou que, com o dinheiro ganho por ‘Bones’ até o momento, o campeão poderia abandonar a carreira, sem se preocupar com o aspecto financeiro para o resto de sua vida.

“Jon Jones é um dos melhores a fazer isso (lutar) na história. A decisão que ele quer tomar em relação a sua carreira depende dele. A realidade é que ele ganhou dinheiro suficiente por lutar e agora ele está em posição de se aposentar, sem precisar trabalhar novamente em sua vida”, declarou Dana White.

A declaração do cartola parece dar uma ‘cutucada’ intencional em Jones, já que todo o imbróglio entre o atleta e o Ultimate teve início por divergências no aspecto financeiro. Após uma negociação por uma potencial superluta contra o peso-pesado Francis Ngannou, o campeão reclamou do suposto baixo valor oferecido pela organização.

Em resposta, Dana White revelou que Jones teria pedido uma recompensa financeira considerada absurda pela entidade, em torno dos 30 milhões de dólares (cerca de R$ 158 milhões). A alegação foi contestada pelo lutador, e desde então uma troca de acusações tem sido feita de ambas as partes.

Com o domínio da categoria dos meio-pesados do UFC desde 2011, tendo perdido o cinturão apenas por problemas fora dos octógonos e por ter sido flagrado em exames antidoping neste período, Jon Jones é o principal nome da divisão na história. Caso realmente abdique do título, um duelo entre Dominick Reyes e Jan Blachowicz pelo cinturão vago poderia ser agendado pela entidade, como sugerido pelo próprio ‘Bones’.