<
>

Don King diabólico, 1ª luta contra mulher e tráfico: 'El César' revela polêmicas de Chávez e convence

play
A caminhada da mulher no boxe e o crescimento da modalidade: série 'El César' também mostra força feminina (1:01)

O fã do esporte pode acompanhar a saga de Julio César Chávez com episódios diários até 19 de junho, sempre às 22h30 (de Brasília), na faixa ESPN Cine & Séries, na ESPN e no ESPN App. Aos sábados, uma maratona com os cinco episódios da semana. (1:01)

O ator Armando Hernández convence no papel do mexicano campeão mundial de boxe Julio César Chávez na série “El César”, em exibição na ESPN.

Temi que se repetisse com “El César” o que aconteceu quando assisti “Ali” e, ao invés de “ver” Ali na tela, vi a tentativa de um ator de interpretar Muhammad Ali.

A série “El César” mostra a vida dentro e fora dos ringues, as vitórias, derrotas e os demônios pessoais de Julio César Chávez, um dos grandes nomes da história do boxe mundial. No total, são 26 episódios inéditos e exclusivos produzidos pela ESPN para entender a trajetória de altos e baixos da lenda. O fã do esporte pode acompanhar a saga com episódios diários até 19 de junho, sempre às 22h30 (de Brasília), na faixa ESPN Cine & Séries, na ESPN e no ESPN App. Aos sábados, uma maratona com os cinco episódios da semana. Imperdível!

Ao assistir os episódios da série “El César”, por cerca de uma hora, você mergulha na trama, Hernández é “El César”.

Mérito do ator, que para interpretar o papel principal, assistiu a dezenas de entrevistas de Chávez, devorou livros sobre o ex-campeão, submeteu-se a dieta, abandonou o sedentarismo e foi treinar boxe. Mas mérito também da direção e do roteiro, que amarrou bem a trama com doses de drama, suspense, algo de comédia, ao mesmo tempo em que se manteve fiel aos fatos.

Quão fiel? Nos mínimos detalhes.

A imagem que o público tem do famoso promotor de boxe Don King é de uma figura carismática, bombástica, e até simpática.

Ao cobrir a primeira luta do brasileiro Edson “Xuxa” do Nascimento [atual técnico do campeão mundial Patrick Teixeira] sob contrato com King, em 2000, tive contato com seu lado frio, bem businessman. Ao pegar um elevador com ele, perguntei quais eram seus planos para “Xuxa”. Longe das câmeras, dos holofotes, e com ar soturno, soltou uma resposta seca, direta:

“Veremos o que ele tem.”

play
3:05

Popó afirma ser seguidor do 'craque' Julio César Chávez e revela qual golpe da lenda ele mais admirava: 'É muito treino'

Acelino "Popó" Freitas ainda lembrou um grande duelo entre Chávez e De La Hoya e imaginou como seria um combate com o astro mexicano: 'Seria uma luta boa!'

Qual não foi minha surpresa, quando logo no primeiro episódio de “El César” tive uma sensação de déjà vu quando King resmunga, ao receber boas indicações sobre Chávez, “Chávez, hum? We´ll see [Veremos]...”

A partir daí, King abre sua caixa de ferramentas de maldades nos episódios seguintes.

Claro, pequenas adaptações quando se transpõe uma história para a telinha são inevitáveis. No primeiro combate de Chávez por título, o árbitro decide pelo final da luta após o gongo já ter soado finalizando o assalto. Na série, o mediador a interrompe em meio à ação (fica claro o objetivo do diretor de imprimir mais drama).

Os primeiros episódios trazem inúmeras revelações sobre o “Garoto de Culiacán”, como o fato de uma de suas primeiras lutas ter sido contra... uma menina; seu apelido entre família; qual era e como conquistou seu amuleto etc.

São introduzidos, de forma orgânica, personagens que serão importantes no destino de “El César”, e situações como o flerte do mundo da política e do tráfico, no qual a luta com o brasileiro Francisco Tomás da Cruz serve como pano de fundo, com aquele que logo ficaria conhecido como “El Gran Campeón Mexicano”.

A ESPN e o ESPN App reprisam neste sábado os cinco primeiros episódios da série. A maratona "El César" começa a partir das 15h50 (de Brasília). Veja, abaixo, a sinopse dos primeiros capítulos, mas o fã do esporte não precisa esperar: é só clicar nos links e assistir ao começo da saga de Chávez.

play
2:32

Robson Conceição: 'Se nunca ouviu falar de Julio César Chávez, não é um atleta de boxe'

Brasileiro falou com a ESPN Brasil e ressaltou a importância da lenda mexicana para as novas gerações

Episódio 1: A Tijuana

Chávez quer se tornar um grande campeão e dar uma vida melhor para sua família. Para isso, ele vai a Tijuana, onde os treinos se tornam mais puxados e, ali, começa a ser forjada a lenda do boxe. A cena da arma apontada para sua cabeça é marcante. Clique e assista!

Episódio 2: O Primeiro da Fila

A carreira de Chávez começa a decolar com a conquista do título vago superpena do CMB (Conselho Mundial de Boxe), em 1984, na vitória sobre o compatriota Mario “Azabache” Martínez. O episódio mostra as tentações que surgem com o sucesso e a aproximação com outro personagem marcante na história do boxe, Don King. Clique e assista!

play
2:04

Esquiva Falcão: 'Julio César Chávez é inspiração para qualquer boxeador!'

Brasileiro falou à ESPN Brasil sobre a lenda do boxe mexicano

Episódio 3: Novos Rumos

Chávez está no topo do sucesso, é campeão mundial, e sente necessidade de enfrentar rivais de nível mais alto – e também receber bolsas milionárias por isso. O episódio gira em torno da mudança de empresário, de mais tentações e do casamento com Amalia Carrasco e da gravidez da qual nasceria o também boxeador Julio César Chávez Jr. Clique e assista!

Episódio 4: O Sabor da Fama

Chávez começa a cair em uma vida cheia de excessos, que o afastam de sua família. Ao mesmo tempo, ele não percebe que é usado pelas pessoas que o rodeiam justamente por sua fama. Uma lesão no punho, a disputa entre empresários e a tensão pelo resultado de um exame antidoping também são retratadas. Neste período, ele defende o título contra o brasileiro Francisco Tomás da Cruz na França, embora nem o Tomás e nem a luta sejam mostrados. Clique e assista!

Episódio 5: Poder ao Poder

O campeão se sente mais importante em saber que o candidato presidencial estará em sua casa. Carlos Salinas pede ajuda ao boxeador em sua campanha. O político se aproxima por que Chávez é um ídolo dos mexicanos e pode angariar votos apenas com sua imagem. Em meio a isso, o boxeador aumenta ainda mais a sua vida de luxo: as festas continuam, e a imprensa começa a investigar sua relação com personagens suspeitos. Clique e assista!

play
2:06

Presidente do CMB diz que Chávez 'salvou' o boxe quando Mike Tyson foi preso; veja por quê

Mauricio Sulaimán, mandatário do Conselho Mundial de Boxe, deu entrevista à ESPN Brasil