<
>

No UFC, empresário admite que Khabib não luta por dinheiro: 'Ele é diferente'

play
UFC 249: Com derrubada e combo de socos, Khabib vence Tony Ferguson em simulação (1:41)

Via Instagram/UFC | Redes sociais da organização fizeram jogo para prever a disputa dos pesos-leve (1:41)

Invicto na carreira após 28 lutas e dominante na categoria peso-leve (70 kg) do UFC, Khabib Nurmagomedov é atualmente uma das principais estrelas da organização. Neste posto, o campeão da categoria poderia pleitear maiores vantagens financeiras, mas segundo seu empresário, Ali Abdelaziz, o lutador tem uma outra mentalidade e seu foco somente no que precisa fazer dentro do octógono.

Em coletiva de imprensa do ‘Dominance MMA’, o dirigente admitiu que o pensamento da maioria dos campeões do UFC é receber grandes bolsas e ter seu pagamento garantido. Porém, ele revelou que Khabib pensa de uma maneira distinta, já que coloca o fator financeiro em segundo plano.

“(Os campeões devem se concentrar em) ser pagos, com exceção de um cara. Acho que todo mundo deveria ser pago. Mas Khabib é diferente. Acho que ele deveria lutar por dinheiro. É para isso que ele está lutando, mas Khabib é um pouco diferente”, contou, em transcrição do site ‘MMA Junkie’.

Após Khabib admitir que não se vê por muito mais anos lutando e seu pai revelar que o russo pode se retirar do esporte após mais duas lutas, Abdelaziz afirmou que o atleta vai fazer falta ao mundo do MMA por ter uma outra visão do esporte. Mas, apesar de ser seu empresário, não entrou em detalhes sobre tempo de contrato com o Ultimate e quando realmente o campeão pode pendurar as luvas.

“Quando ele sair, todos sentiremos sua falta – a maneira como ele lidou com o esporte (e) se comportou. Acho que Khabib poderia lutar por mais cinco anos, mas se ele se aposentar amanhã, estou feliz. Se ele lutou amanhã, eu estou feliz. Quero que ele faça o que quiser”, completou.

Após defender pela primeira seu título diante de Conor McGregor, Khabib manteve seu cinturão novamente ao superar Dustin Poirier, também por finalização, em setembro de 2019, no UFC 242, em Abu Dhabi. Como próximo compromisso, o campeão tem agendado o duelo contra Tony Ferguson para o dia 18 de abril, na edição 249, que inicialmente estava marcado para o Brooklin (EUA). No entanto por restrições americanas devido à pandemia de coronavírus, saiu do país e ainda não tem local confirmado oficialmente pela organização.