<
>

Abalado por mortes, Mayweather deve abandonar planos de retornar em 2020

play
Lyoto tenta carona, mas Werdum afasta o ex-colega de UFC com spray de álcool em gel (0:23)

Dupla treinou lado a lado e brincou ao voltar para casa (0:23)

Ao que tudo indica, as últimas tragédias pessoais vividas Floyd Mayweather tiveram um enorme impacto no boxeador e nos seus planos para o futuro. Sem lutar profissionalmente desde 2017, a lenda da nobre arte já havia anunciado seu retorno aos ringues em 2020, mas, de acordo com o site ‘TMZ Sports’, duas mortes em seu círculo familiar podem ter feito o americano mudar de ideia.

Em um período de uma semana, Floyd foi atingido por duas perdas significativas em sua vida. Sua ex-companheira Josie Harris, mãe de três de seus filhos, foi encontrada morta dentro de seu próprio carro, em frente à sua casa em Valencia, na Califórnia (EUA). Alguns dias depois, Roger Mayweather, tio e ex-treinador do pugilista, faleceu em decorrência da deterioração de sua saúde em virtude da diabetes. Compreensivelmente abalado, ‘Money’, como é conhecido, aparentemente estaria sem cabeça para voltar aos ringues em 2020.

Além das perdas familiares, Mayweather também teria ficado profundamente abalado com a morte recente e inesperada de Kobe Bryant, seu amigo pessoal. O astro da NBA (liga de basquete americana) faleceu no dia 26 de janeiro deste ano, vítima de um acidente de helicóptero na Califórnia.

Outro fator que dificultaria a concretização do retorno de Mayweather aos ringues de boxe profissional em 2020 é a pandemia de coronavírus. Com o mundo em estado de alerta e adotando cada vez mais medidas de prevenção contra a propagação do vírus, diversos eventos esportivos tem sido cancelados ou adiados indefinidamente. Portanto, um possível agendamento de luta do americano se torna aparentemente inviável para o futuro próximo.