<
>

Esquiva Falcão anuncia venda de sua medalha olímpica; veja valor e motivo

Vice campeão das Olimpíadas de Londres, em 2012, o boxeador Esquiva Falcão anunciou que está vendendo sua medalha de prata.

"Estou dando ela de presente, o presente de um campeão. Eu quero que a pessoa que comprar cuide dela com carinho, igual eu cuidei. Que tire fotos dela, divulgue, porque é uma conquista. E essa conquista não é só minha também, vai ser dele também, é do povo brasileiro, para todos que torceram", disse o atleta em áudio enviado à imprensa.

Entretanto, fez questão de explicar que não precisa do dinheiro: "Meu pai sempre falou para mim que medalha não enche barriga, e não enche mesmo. Hoje estou lutando boxe profissional, ganho dinheiro, tenho minha casa. Não preciso vender a medalha, não estou passando fome, quero vender ela porque quero dar de presente para quem comprar."

Via Twitter, o pugilista disse que venderá por 50 mil dólares (R$ 240 mil), e que 10% disso será doado. Depois, explicou o motivo da venda ser na moeda estrangeira: "Acho que pode soar mais barato, mais em conta, do que eu falar R$ 200 mil, R$ 300 mil... Eu nem sei quanto está o dólar hoje. Então estou vendendo ela em dólar. Até para se alguma pessoa fora do Brasil quiser comprar ficar mais fácil".

Sobre o valor, Esquiva disse que a medalha vale muito mais: "Pessoas falaram que ela não tem valor, porque não tem como conquistar. E quem achar que está muito caro, sabe o que pode fazer? Pode se classificar para as Olimpíadas e conquistar, mas eu sei que é muito difícil. Eu sei a dificuldade que é. Então, eu, Esquiva Falcão, estou presenteando a pessoa que comprar".

Primeiro finalista brasileiro no boxe olímpico, Esquiva criticou a falta de apoio que os atletas olímpicos recebem no Brasil: "O Brasil não dá muitas oportunidades para o atleta olímpico. Não dá muito valor. Depois que os Jogos Olímpicos acabam, acaba tudo. Eu queria que o Brasil desse mais valor, não só para mim, mas para todos."

"Minha esposa até brigou comigo, mas essa é minha decisão. Foi uma conquista minha e eu quero vender. Sei que nunca vou perder meu mérito de medalhista, nunca vai sair, é só pesquisar na internet, você vai encontrar o Esquiva Falcão com a medalha. Minha mulher não está muito feliz, mas ela entende. Acredito também que meu pai não vai ficar muito feliz, né, mas é uma decisão minha", contou Falcão.

Por fim, o atleta brincou: "Não sei se vou encontrar um comprador - tomara que não encontre, brincadeira. Tomara que eu encontre um comprador da medalha e que ele possa cuidar dela como eu cuido."