<
>

Saudade da NFL? Conheça XFL, liga de futebol americano que tem até 'disputa de pênaltis' e estará nos canais ESPN

A semana depois do Super Bowl costuma ser de saudade para o fã de futebol americano. O próximo jogo da NFL só acontece daqui oito meses. Mas em 2020, a XFL espera preencher esta lacuna.

A nova liga tem oito times e começa neste final de semana. Mas você sabe como ela é? As regras, os times, os jogadores...

Montamos um guia completo para você conhecer a XFL e se preparar para o começo da temporada, que terá transmissão dos canais ESPN - neste domingo a ESPN e o WatchESPN mostram St. Louis Battlehawks x Dallas Renegades a partir de 19h (de Brasília).

Times | Jogadores | Salários | Regras

Quais são os times da XFL? E onde eles jogam?

  • Dallas Renegades (Globe Life Park, antiga casa do Texas Rangers na MLB)

  • D.C. Defenders (Audi Field, MLS)

  • Houston Roughnecks (TDECU Stadium, NCAA)

  • Los Angeles Wildcats (Dignity Health Sports Park, MLS)

  • New York Guardians (MetLife Stadium, NFL)

  • St. Louis BattleHawks (The Dome at America's Center, NFL)

  • Seattle Dragons (CenturyLink Field, NFL)

  • Tampa Bay Vipers (Raymond James Stadium, NFL)


E quem são os jogadores que passaram pela NFL ou pelo universitário?

Os jogadores com mais histórico profissional são os quarterbacks, entre eles estão Landry Jones (Dallas e ex-Pittsburgh Steelers), Cardale Jones (D.C. e ex-Buffalo Bills), Matt McGloin (New York e ex-Oakland Raiders) e Josh Johnson (Los Angeles e ex-Tampa Bay Buccaneers).

Os outros que o fã assíduo do futebol americano pode conhecer são:

  • Jeff Badet, WR, Dallas

  • Lance Dunbar, RB, Dallas

  • Matt Elam, S, D.C.

  • Jhurell Pressley, RB, D.C.

  • Sammie Coates, WR, Houston

  • Kony Ealy, DE, Houston

  • Marquette King, P, St. Louis

  • Matt Jones, RB, St. Louis

  • Christine Michael, RB, St. Louis

  • Keenan Reynolds, WR, Seattle

  • Will Sutton, DT, Seattle


E qual o salário dos jogadores da XFL?

O salário médio dos atletas será de 55 mil dólares por temporada de 10 jogos, cerca de R$ 237 mil. Mas alguns quarterbacks vão receber muito mais - em alguns casos, valores próximos ao mínimo da NFL de 500 mil dólares (R$ 2,1 milhões).


As Regras

Kickoff

Na XFL:

  • O kickoff é feito da linha de 30 jardas e deve viajar para entre a linha de 20 jardas do oponente e a end zone;

  • A equipe de cobertura se alinha na linha de 35 jardas e a equipe de retorno se alinha na linha de 30 jardas. Cada equipe deve ter exatamente 3 jogadores fora das “hash marks” nos dois lados da bola e não pode se mover até que a bola seja recebida pelo retornador.

  • Chutes para a lateral ou que caiam antes de linha de 20 jardas resultam em uma falta, e a campanha começará na linha de 45 jardas.

  • Os jogadores podem se mover quando a bola é tocada pelo retornador ou 3 segundos depois que a bola toca o chão (quando o árbitro acena a mão para baixo).

  • Se a bola for chutada para a end zone, é um touchback "Major" e a bola é colocada na linha de 35 jardas do time retornador.

  • Se a bola quicar dentro do campo e depois sair da end zone ou for segurada na end zone, a bola é colocada na linha de 15 jardas do time retornador.

  • Se um jogador do time de retorno tocar a bola e ela sai dos limites, a bola ficará onde o toque foi feito.

  • Se uma equipe deseja fazer um onside kick, deve indicar isso ao árbitro, e as duas equipes poderão alinhar usando as regras tradicionais da NFL (ou seja, a 10 jardas da equipe de chute). Não teremos onside kicks surpresa.

Na NFL/College:

  • O kickoff da NFL é feito na linha de 35 jardas, com cinco de cada lado. A bola pode ser chutada para fora da end zone e vira touchback, ou para fora das laterais, e vira uma falta na linha de 40.

  • No college, o jogador pode pedir um fair catch em qualquer marca dentro das 25 jardas iniciais do seu campo. Isso caracteriza um fair catch.


Ponto extra

Na XFL:

  • Depois de um TD, o time tem a opção de fazer uma jogada da linha de 2, 5 e 10 jardas, valendo 1, 2 ou 3 pontos. O time deve fazer uma jogada ofensiva, não existe chute.

  • Se a defesa forçar um turnover e conseguir retornar, o “mini-TD” valerá a mesma quantia de pontos que a jogada valia quando começou.

Na NFL/College:

  • Os times podem chutar (1 ponto) ou fazer uma jogada da linha de 2 jardas (2 pontos)


Punt

Na XFL:

  • A equipe de punt não pode ultrapassar a linha de scrimmage até que a bola seja chutada.

  • Os 'gunners' devem se alinhar na linha de scrimmage e têm permissão para se mover lateralmente depois que o snap é feito até a bola ser chutada.

  • Defensores que não são 'gunners' podem cruzar a linha de scrimmage até que a bola seja chutada.

  • Se a bola sair dos limites dentro da linha de 35 jardas, é um touchback “Major” e a bola vai para a linha de 35 jardas.

  • Se uma bola chutada cair na end zone do oponente ou sair da end zone, o resultado será um touchback "Major" e a bola começará na linha de 35 jardas.

  • É permitido fazer um fair catch, apesar de não valer a pena.

Na NFL/College:

  • A NFL permite que jogadores que ficam no final na linha de scrimmage (frequentemente chamado de "gunner” se mexa assim que o snap é feito, e todos os outros jogadores se soltam quando a bola é chutada. Se uma bola é chutada para fora do campo, ela é colocada no local em que sai do campo de jogo.

  • O College permite que todos os jogadores saiam assim que o snap é feito. Se uma bola é chutada para fora do campo, é colocada no local em que saiu.


Dois passes para frente

Na XFL:

  • Se houver um passe para frente atrás da linha de scrimmage, outro passe pode ser feito, desde que a bola não tenha cruzado a linha de scrimmage de maneira alguma.

  • Quando a bola passa a linha de scrimmage, não se pode mais passar para frente.

Na NFL/College:

  • Ambos permitem apenas um passe para frente por jogada.


A Prorrogação

Na XFL:

  • A prorrogação terá cinco rounds, como uma disputa de pênaltis no futebol. Um round consiste em uma jogada de cada time. Cada posse começa na linha de 5 jardas e os times têm uma jogada apenas para marcar. O time com mais pontos após os cinco rounds vence.

  • Se um time for eliminado antes de todos os cinco rounds, o jogo termina. Exemplo: 3x0 para o Time A com apenas duas jogadas restantes.

  • Se os times estiverem empatados, o sistema de rounds continua até que um vença.

  • Cada jogada de sucesso vale 2 pontos

  • A defesa não anota pontos. Se houver um turnover, a jogada acaba ali.

  • Se houver falta defensiva, teremos nova jogada da linha de uma jarda.

  • Se a falta se repetir na tentativa seguinte, o ataque receberá os dois pontos.

  • Se o ataque cometer uma falta após o snap, a tentativa é dada como falha.

  • Toda prorrogação terá o time visitante começando no ataque, enquanto o ofensivo fica na defesa.

Na NFL/College:

  • A NFL tem uma prorrogação de 10 minutos, onde os dois times terão uma chance de atacar, a menos que o primeiro time anote um touchdown logo de cara. Uma moeda determina o que vai acontecer. Se nada acontecer no período da prorrogação, o jogo termina em empate.


O relógio

Na XFL:

  • O ataque terá 25 segundos para executar a jogada depois que o árbitro colocar a bola em posição.

  • Nos dois últimos minutos de cada tempo, quando uma jogada sai do campo, ou há um passe incompleto, o relógio é parado até que a bola seja posicionada.

  • Tirando passes incompletos e jogadas fora do campo, as regras são as mesmas nos dois minutos finais.

  • Cada equipe terá 2 tempos de um minuto para pedir por half.

  • Apenas 10 minutos de pausa do 2° para o 3° quarto.

Na NFL/College:

  • A NFL dá 40 segundos para que os ataques façam as jogadas.

  • O relógio para após toda a jogada fora do campo até que o árbitro reposicione a bola e, em passes incompletos, até que a próxima jogada comece.

  • Na NFL, são 3 tempos para pedir por half.

  • No College, o relógio é interrompido após cada primeira descida e quando um jogador sai dos limites até o árbitro reposicionar a bola. O relógio também para após um passe incompleto até que o snap seja feito na jogada seguinte.

  • 15 minutos de pausa do 2º para o 3º quarto.


Os Replays

Na XFL:

A XFL não terá desafios de treinadores e todas as jogadas estarão sujeitas a análise da arbitragem, que ficará em um estande acima do campo.

As jogadas passíveis de revisão são limitadas a: (a) jogadas envolvendo posse. (b) Jogadas que envolvem a bola ter tocado no chão ou não (c) Jogadas na linha do gol. (d) Jogadas nas linhas laterais. (e) Jogadas na linha de scrimmage. (f) Jogadas perto da marca de primeira descida (g) Número de jogadores em campo no snap. (h) Administraçãod de jogo (1) Execução de penalidade. (2) Descida ou não descida. (3) Ponto de falta. (4) Status do relógio do jogo. (i) Desqualificação de um jogador. Esta lista de jogadas passíveis de revisão é idêntica à da NFL anterior a 2019.

Exceção 1: A arbitragem pode corrigir erros óbvios que envolvem a segurança do jogador em qualquer ponto do jogo.

Exceção 2: A arbitragem pode corrigir qualquer erro óbvio flagrante que possa ter um impacto significativo no resultado do jogo nos últimos cinco minutos do 4° quarto ou durante a prorrogação.

Na NFL:

É permitido a cada equipe dois desafios que iniciarão as análises de raplay:

(a) O treinador principal pode iniciar um desafio jogando uma bandeira vermelha no campo de jogo antes do próximo snap.

(b) Uma equipe que comete uma falta que atrasa o próximo snap não pode mais desafiar a jogada anterior. A equipe que não fez falta ainda pode desafiar a jogada anterior, e ambas as equipes podem se beneficiar da revisão.

(c) O técnico pode contestar as regras de campo listadas na Seção 3, exceto aquelas jogadas que somente a arbitragem pode contestar (Artigo 2).

(d) Cada desafio requer um timeout disponível. Uma equipe que está sem timeouts ou que usou todos os desafios disponíveis pode não tentar iniciar um desafio.


Um Pé No Campo

Na XFL:

Para fazer uma recepção, o jogador deve:

  1. Ter controle da bola no ar, antes de encostar no chão

  2. Tocar o chão com qualquer parte do corpo, e então...

  3. Manter controle da bola tempo suficiente para fazer uma ação de jogo, como tentar se esticar ou se livrar de um oponente.

Na NFL:

Para ganhar a posse de uma bola que foi capturada, interceptada ou recuperada, um jogador (a) deve ter controle completo da bola com as mãos ou os braços e (b) possuir os dois pés ou qualquer outra parte do corpo, tirando as mãos, completamente no campo dentro de campo e, depois de (a) e (b) terem sido cumpridas, realize qualquer ato comum ao jogo.

Não é necessário que ele cometa esse ato, desde que mantenha o controle da bola por tempo suficiente para fazê-lo. Esta regra se aplica no campo de jogo, na linha lateral e na end zone.