<
>

Até R$ 528 milhões em comissões: empresário de Bale supera o de Cristiano Ronaldo e é o mais poderoso do esporte; veja ranking

play
Empresário lendário revela bastidores da negociação com Florentino Pérez para Luxemburgo ir ao Real Madrid (2:19)

Treinador, hoje no Vasco, comandou a equipe da capital espanhola em 2005 (2:19)

A revista Forbes divulgou na última segunda-feira (21) uma lista com os empresários mais poderosos do mundo do esporte. Jonathan Barnett, agente de Gareth Bale, aparece no topo do ranking deste ano.

Segundo a publicação, Barnett, co-fundador e presidente do Stellar Group, faturou até 128 milhões de dólares (R$ 528,9 milhões) em comissões no último ano - 10 milhões de dólares (R$ 41,3 milhões) a mais que Scott Boras, agente de beisebol, e Jorge Mendes, empresário de Cristiano Ronaldo.

A lista ainda conta com Jeff Schwartz, agente de basquete, e Mino Raiola, empresário de Zlatan Ibrahimovic, entre os cinco mais poderosos. Outro nome de peso é o rapper Jay-Z, que aparece na 24ª posição.

Ao todo, Jonathan Barnett fechou 1,3 bilhões de dólares (R$ 5,3 bilhões) em contratos ativos e taxas de transferência. Considerando os 50 agentes mais poderosos, o valor movimentado em acordos foi de 37,5 bilhões de dólares (quase R$ 155 bilhões).

No top 10, cinco são empresários que atuam futebol. Outros quatro trabalham com beisebol e um com basquete.

O ranking da Forbes é feito com base de uma extensa pesquisa na lista de clientes de cada agente e os contratos negociados em esportes coletivos. Vale destacar que cada modalidade permite uma porcentagem específica para empresários. A Fifa tem o maior percentual (10%), à frente de MLB (5%), NBA (4%), NHL (4%) e NFL (3%).

Já em modalidades individuais, como tênis e golfe, os agentes não ganham comissão pelas premiações dos atletas. Neste caso, o lucro dos empresários vem de comissões em contratos de marketing.

Confira a lista dos 10 empresários mais poderosos do esporte:

  • 1. Jonathan Barnett (futebol) - US$ 128 mi (comissões) e US$ 1,3 bi (contratos)

  • 2. Scott Boras (beisebol) - US$ 118 mi (comissões) e US$ 2,4 bi (contratos)

  • 3. Jorge Mendes (futebol) - US$ 118 mi (comissões) e US$ 1,2 bi (contratos)

  • 4. Jeff Schwartz (basquete) - US$ 72,5 mi (comissões) e US$ 1,8 bi (contratos)

  • 5. Mino Raiola (futebol) - US$ 70,3 mi (comissões) e US$ 703 mi (contratos)

  • 6. Casey Close (beisebol) - US$ 63 mi (comissões) e US$ 1,3 bi (contratos)

  • 7. Sam & Seth Levinson (beisebol) - US$ 51 mi (comissões) e US$ 1 bi (contratos)

  • 8. Joel Wolfe (beisebol) - US$ 50,8 mi (comissões) e US$ 1 bi (contratos)

  • 9. Tom Condon (futebol) - US$ 46,6 mi (comissões) e US$ 1,6 bi (contratos)

  • 10. Todd France (futebol) - US$ 44,8 mi (comissões) e US$ 1,5 bi (contratos)