<
>

Tite justifica convocação de dupla de Flamengo e Grêmio: 'É a busca do bom senso'

play
Tite convoca seleção brasileira com surpresas, promove voltas e 'quase esquece' Gabriel Jesus (1:44)

Matheus Henrique, do Grêmio, e Santos, do Athletico-PR, foram chamados pela primeira vez. Rodrigo Caio e Gabigol, do Flamengo, estão de volta. Veja a lista completa! (1:44)

Nesta sexta-feira, o técnico Tite convocou a seleção brasileira para os amistosos diante de Senegal e Nigéria, nos dias 10 e 13 de outubro, respectivamente. Ele convocou quatro jogadores que estão envolvidos nas semifinais da Copa Libertadores. Pelo Flamengo, foram chamados Gabigol e Rodrigo Caio, enquanto pelo Grêmio foram convocados Éverton Cebolinha e Matheus Henrique.

A surpresa se dá pois a expectativa era a de que o comandante optasse por apenas um jogador por equipe, a fim de não prejudicar os clubes sobretudo na disputa do Campeonato Brasileiro. Na entrevista coletiva, porém, Tite explicou a sua escolha.

“É desafiador ter bom senso. Eu procuro na minha vida profissional olhar os diferentes lados das situações para que todos possam ganhar. Nesse momento está a seleção, estão clubes e estão atletas. O presidente Landim nos conhece muito bem, conhece o trabalho e nos acompanha. E sabe o quanto que a gente tem de cuidado quanto isso. Conciliar todos os fatores nesse ganha-ganha não dá, é impossível. Eu vi manifestação do Gabriel Barbosa de quanto teria de orgulho estar na seleção brasileira. Agora é o período de preparação, agora vai chegar período de Eliminatórias, Copa do Mundo e Copa América. Para formar essa equipe final, tenho que oportunizar”, disse.

O técnico foi bastante questionado sobre as escolhas pelos atletas que atuam no Brasil.

"Eu quero ser ético e educado. Tinha torcedor do Flamengo olhando para mim com o Gabigol jogando muito: 'Pô, o Gabigol está jogando muito, e o Bruno, Rodrigo está de volta...'. Daqui a pouco estou olhando o jogo lá de cima, e o torcedor olha para mim: 'Gabriel, não! Gabriel, não!'", explicou.

Além disso, o técnico voltou a falar em bom-senso, e citou que as escolhas passam inclusive por um sentimento de paz consigo mesmo.

“Essa é a busca do bom senso, da equidade. E vou dizer mais: é a busca da minha busca pela paz na hora de colocar a cabeça no travesseiro para dormir”, completou.

Tite falou também sobre as principais novidades na convocação.

"Rodrigo Caio vem retomando um padrão altíssimo que teve na seleção brasileira. Lodi é um atleta jovem que estamos acompanhando no Atlético de Madrid, tem virtudes técnicas e físicas de grandes atletas. O Matheus está dentro de uma linha que gostamos muito, é um articulador, capacidade de passe muito grande, é móvel", afirmou.

A seleção brasileira enfrenta Senegal, no dia 10 de outubro, e Nigéria, no dia 13 de outubro. As duas partidas acontecem no Estádio Nacional de Singapura. A apresentação dos atletas está marcada para o dia 7.