<
>

Campeão olímpico com Neymar, Micale defende atacante do PSG

O técnico Rogério Micale e o atacante Neymar foram companheiros na campanha que culminou com o inédito título dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016. Durante sua participação no programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, o treinador defendeu o astro do Paris Saint-Germain, questionado em seu próprio clube.

“É diferenciado, resolve. Não entendo como temos essa birra com o Neymar. Eu convivi com ele e foi impressionante. Uma qualidade de educação, de trato. É um cara que não dá para criticar. Profissional, treina pra caramba, cumpre todos os horários”, elogiou.

A despeito do recente título da Copa América, conquistado sem Neymar, cortado por lesão, Micale entende que, com a presença do atacante, as chances de sucesso da Seleção Brasileira são significativamente maiores. O técnico também foi compreensivo ao falar do comportamento extracampo do astro.

“Tem algumas situações em que a gente deve se colocar no lugar. Ele não pode sair do hotel, não pode ir no shopping, porque vira aquele tumulto. Precisa saber lidar com isso, não é coitadinho, não. Quando ele pega um helicóptero, vai para um lugar e faz uma balada, deixa o cara! Ele tem condição de fazer isso, deixa fazer”, defendeu.

Neymar vive uma situação delicada no PSG, já que viu seu desejo de deixar o clube francês frustrado e vem enfrentando críticas da própria torcida. Contra o Strasbourg, mesmo criticado, o atacante marcou um golaço e assegurou o triunfo por 1 a 0 de sua equipe.

“Tudo que está em torno do Neymar é muito grande. Então, qualquer vacilo… E a gente dá vacilo toda hora. O Neymar, por tudo que ganhou e representa no mundo, ainda é um cara tranquilo. Fez algumas mancadas, normal. Mas tem cara que, com 60 anos, se tivesse o dinheiro que o Neymar tem na mão, estaria morto”, disse Micale.