<
>

UFC: Brasileiros se destacam em noite sangrenta de Montevidéu; veja imagens

A noite foi de cenas impressionantes no UFC Montevidéu. Na segunda luta mais importante do card principal, o veterano norte-americano Mike Perry saiu com o nariz desfigurado pelo brasileiro Vicente Luque, meio-médio, que tem também nacionalidade norte-americana.

A luta foi vencida por Perry por decisão dividida. Pelo desempenho, Perry e Luque receberam o bônus de combate da noite.

Ver essa foto no Instagram

👃🤢 #UFCUruguay

Uma publicação compartilhada por ufc (@ufc) em

Outra luta envolvendo brasileiros, no card preliminar, também produziu imagens fortes.

Raulian Paiva foi impedido de seguir no combate após ter seu supercílio aberto, aos 2m56 do primeiro assalto. A cena também impressiona.

Já médio Rodolfo Vieira chegou ao UFC com os dois pés na porta. Bom, na verdade, foi com um kata-gatame, mas o efeito devastador foi o mesmo.

Em sua primeira luta pela organização mais prestigiosa do MMA, o brasileiro formado no jiu-jítsu finalizou o polonês Oskar Piechota aos 4m26s do 1º round do combate disputado no card principal do UFC Montevidéu.

Vieira tem agora seis lutas e seis vitória em seu cartel na modalidade. Piechota

Em entrevista exclusiva ao ESPN.com.br, o brasileiro relatou que ainda está se adaptando ao novo mundo, depois de muitos anos de sucesso nos tatames pelo mundo.

Na luta principal da noite, Valentina Schevchenko venceu Liz Carmouche e manteve o cinturão peso-mosca da organização.

BRASILEIROS

Além de Vieira, Luque, Ralian e Botorin, outros brasileiros estiveram no octógono montado no país vizinho.

Foi, por exemplo, o caso do meio-médio Gilbert Durinho, que venceu o até então invicto Alexey Kunchenko em 20 lutas. O brasileiro venceu por decisão unânime (triplo 29-28). Foi sua terceira vitória consecutiva.

Marina Rodriguez, peso-palha, venceu Tecia Torres por decisão unânime (30-27, 30-27 e 30-26). Ela manteve sua invencibilidade na carreira e agora soma 12 vitórias e um empate.

O galo Geraldo de Freitas perdeu para o americano Chris Gutierrez por decisão dividida (29-28, 27-30 e 29-28).

Alex Leko, peso-leve, venceu Rodrigo Kazula por decisão unânime (triplo 30-27).

Polyana Viana, peso-mosca, perdeu para a venezuelana Veronica Macedo por finalização.