<
>

Sul-Americana: Yony González faz dois no Peñarol e deixa Fluminense em vantagem nas oitavas

play
Nicola pede paciência com Fernando Diniz no Fluminense 'É um dos poucos que tem mais desempenho que resultado' (3:47)

Comentarista relembrou perda de jogadores que o Tricolor teve no ano (3:47)

O Fluminense venceu o Peñarol pela partida de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana, por 2 a 1, no estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu, no Uruguai. Os gols foram marcados por Yony González para os brasileiros e Gastón Rodriguez para os uruguaios.

O Flu vive momento turbulento no Campeonato Brasileiro, onde foi parar na zona do rebaixamento, após derrota no clássico contra o Vasco. Mas ao menos na competição continental, o clube carioca segue fazendo bom papel. Na fase anterior, já havia eliminado o Atlético Nacional.

Já os Carboneros tinham eliminado o Deportivo Cali na fase anterior, e vivem bom momento no Campeonato Uruguaio. O time terminou a primeira parte do Apertura no topo, e agora lidera também a segunda fase.

O resultado premiou o comportamento da equipe brasileira, que jogou com inteligência e soube aproveitar os espaços deixados pelo adversário. O Peñarol mostrou um time desorganizado, mas que mostrou muito empenho, no entanto teve pouca criatividade e acabou pagando por seus erros.

O jogo

O primeiro grande lance da partida foi do Fluminense, que logo abriu o placar, aos 16.

Marcos Paulo roubou a bola depois do goleiro adversário dar passe curto para a zaga e, com tranquilidade, levantou a cabeça, esperou a infiltração de Yony González, e deu passe milimétrico para o colombiano sair na cara de Dawson e só bater no canto para abrir o placar.

Aos 33, Pedro, que foi inscrito somente nessa fase, teve chance de cabeça, mas errou. Aos 43, Gargano, ex-jogador do Napoli, acertou Daniel com o braço. O VAR foi utilizado e o cartão amarelo mostrado.

Nos acréscimos, foi a vez de Muriel, fazendo sua estreia, aparecer. Viatri, o artilheiro do Penãrol na temporada, deu cabeçada perigosa e obrigou o goleiro a fazer grande defesa.

Pressão e alívio

No segundo tempo, o time da casa veio com tudo e, aos 14, Viatri por pouco não alcançou cruzamento de Trindade.

Aos 18, Muriel foi novamente acionado e fez defesa à queima-roupa em chute de Gastón.

Mas, aos 25, González recebeu bola em profundidade de Daniel e bateu na saída do goleiro para fazer o segundo na partida. Era o alívio do Fluminense.

Já no fim do jogo, cochilo da zaga brasileira e Brian Rodríguez, na ponta direita, deu passe certeiro para Gastón Rodriguez diminuir o placar.

AGENDA

O jogo da volta será na próxima terça-feira, no mesmo horário, às 21h30, no Maracanã.

Na próxima fase, o vencedor desse duelo enfrenta o classificado entre Corinthians e Montevideo Wanderers (URU), sendo possível assim um confronto brasileiro nas quartas de final.

FICHA TÉCNICA:
PEÑAROL-URU 1 X 2 FLUMINENSE-BRA

Local: Estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu (Uruguai)
Data: 23 de julho de 2019 (Terça-feira)
Horário: 21h30(de Brasília)
Árbitro: Arnaldo Samaniego (Paraguai)
Assistentes: Eduardo Cardozo (Paraguai) e Darío Gaona (Paraguai)
VAR: Germán Delfino(Argentino)
Cartões amarelos: Gargano(Pen); Nino, Igor Julião, Allan (Flu)
Gols:
PEÑAROL: Gastón Rodriguez, aos 44 minutos do segundo tempo
FLUMINENSE: Yony González, aos 16 minutos do primeiro tempo e 25 minutos do segundo tempo.

PEÑAROL: Dawson, Formiliano, Giovanni González, Martínez e Rojo; Gargano, Guzmán Pereira (Trindade), Canobbio (Estoyanoff) e Brian Rodríguez; Gastón Rodríguez e Viatri (Cristian Rodriguez). Técnico: Diego López

FLUMINENSE: Muriel, Igor Julião (Gilberto), Nino, Digão e Caio Henrique; Allan, Daniel (Airton) e Paulo Henrique Ganso (Bruno Silva); Marcos Paulo, Yony González e Pedro. Técnico: Fernando Diniz