<
>

Conmebol revela balanço da Copa América realizada no Brasil

A Conmebol divulgou nesta sexta-feira um balanço dos números da edição de 2019 da Copa América, no Brasil. Ao longo de 24 dias e 26 jogos, quase 1 milhão de pessoas foram as partidas, distribuídas nos seis estádios das cinco cidades-sede.

A final do último domingo, no Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro, levou 69.981 torcedores. Transmitida para 180 países, a partida contribuiu para chegar à marca de 900.925 pessoas nos estádios, com média de 34.651 espectadores, um número de público superior a edições do anteriores.

A equipe ideal da Copa América 2019, selecionada pelo Grupo de Estudo Técnico da Conmebol, contou com cinco jogadores da Seleção Brasileira: Alisson; Daniel Alves, Thiago Silva, Giménez e Trauco; Paredes, Arturo Vidal e Arthur; James Rodríguez, Paolo Guerrero e Everton.

O Brasil recebeu turistas de 124 países. A organização do evento realizou doações de equipamentos esportivos para os 20 campos oficiais de treinamento, como traves, bancos de reservas, bandeiras de escanteios, mini barreiras para saltos, cones e discos.

“Encerramos uma nova edição da Copa América que marca um antes e um depois na história do campeonato”, disse Alejandro Dominguez, presidente da CONMEBOL. “Estamos orgulhosos de termos recebido novamente em nosso país a Copa América após 30 anos. Acima de tudo, realizar esse grande evento atesta que estamos aptos a continuar organizando aqui no Brasil novos torneios internacionais”, seguiu Rogério Caboclo, chefe do Comitê Organizador Local e presidente da CBF.

Público nos estádios:

Público da final: 69.981

Público total nos estádios: 900.925

Média de público: 34.651

Torcedores de 124 países

Competição:

05 cidades-sede: Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo

6 estádios

20 Campos Oficiais de Treinamento

2 cerimônias (Abertura e Encerramento)

12 seleções participantes

24 dias de competição

26 jogos

276 atletas

3 premiações individuais (melhor jogador do torneio, artilheiro e melhor goleiro) + 01 premiação para seleção (Fair Play)

200 medalhas distribuídas

60 gols | média de 2,30 gols

Artilheiro: Everton (BRA) – 3 gols

Jogador com mais assistências: Roberto Firmino (BRA) e Charles Aránguiz (CHI) – 3

Jogador que mais participou de gols: Roberto Firmino (BRA) – 5 gols

Jogador que mais chutou a gol: Philippe Coutinho (BRA) – 21

Jogador com melhor aproveitamento nos desarmes: Federico Valverde (URU) – 87.1%

Jogador com maior número de passes certos: Daniel Alves (BRA) – 370 | 88.5% de acerto

Jogador com maior número de passes no campo rival: Daniel Alves (BRA) – 216 | 83.7% de acerto

Apenas Lionel Messi (22) driblou mais rivais que Everton (19) e Gabriel Jesus (17)

O Brasil é o primeiro time a sofrer seu primeiro gol em uma edição da Copa América apenas na final.

Seleção com maior número de passes (excluindo cruzamentos): Brasil (3.360)

Seleção com maior posse de bola: Brasil (88.2%)

Seleção com maior acerto de passes: Brasil (64,5%)

Seleção com maior número de passes no campo rival (excluindo cruzamentos): Brasil (1.855) | 84.8% de acerto

Seleção com maior número de faltas: Chile (111)