<
>

Paolo Guerrero, do Peru, vê lado positivo de derrota para o Brasil: 'Pode ser que tenha feito bem'

play
Brasil vence Peru na Copa América com Everton Cebolinha titular, Casemiro sendo suspenso e goleada (1:28)

Veja o resumo do triunfo por 5 a 0 da seleção brasileira neste sábado (1:28)

A seleção do Peru aprendeu com a derrota por 5 a 0 para o Brasil. É o que garante Paolo Guerrero, grande astro da equipe.

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), o centroavante do Internacional afirmou que o elenco se recompôs de goleada sofrida e que está ainda mais "perigoso" para a sequência da Copa América.

"Temos um grupo muito unido. Aqui tem muita amizade. Temos garotos que fazem com que a gente seja ainda mais unido. É divertido, e a gente se sente à vontade. A derrota dói, claro, ainda mais como foi contra o Brasil", falou.

"Mas já passamos por casos assim, e a gente conseguiu se recompor muito rápido, sempre mostrando ainda mais poderio, concentração e dedicação na partida seguinte. Pode ser (que a goleada) tenha feito bem. Já vi isso muitas vezes. O grupo fica ainda mais perigoso após derrotas como essa. Eu estou muito confiante", completou o peruano de 35 anos.

Aos jornalistas, o maior artilheiro da história do Peru também disse que acredita muita na experiência dos defensores responsáveis por marcar Luis Suárez e Edinson Cavani. Perguntado se teria algum conselho a Zambrano e Abram (provável dupla de zaga titular), ele respondeu:

"Não sei se tenho uma dica. Meus companheiros têm experiência, eles sabem jogar esse tipo de partida contra esse tipo de jogador (como Suárez e Cavani). Mas sempre conversamos. O mais importante é a concentração. Todas as lihas serão muito importantes. Esperamos que eles (Suárez e Cavani) não consigam causar dano à nossa defesa. Eu, como capitão, tenho o dever de conversar com todos", encerrou.

Sem Farfán, o técnico Gareca deve escalar o Peru com Gallese; Advíncula, Zambrano, Abram e Trauco; Tapia, Yotún, Cueva, Carrillo e Flores; Guerrero. A partida contra o Uruguai acontece neste sábado, às 16h00 (de Brasília), na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).