<
>

Brasil duela com o Paraguai para ir à semifinal da Copa América

A Seleção Brasileira abre as quartas de final da Copa América nesta quinta-feira às 21h30 (de Brasília) enfrentando o Paraguai na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS). Lidar com o favoritismo vai ser um dos principais desafios dos canarinhos neste duelo. O Brasil avançou para esta etapa ganhando o Grupo A com tranquilidade, somando sete pontos e goleando o Peru por 5 a 0 no fim de semana. Já os paraguaios sofreram para avançarem como um dos melhores terceiros colocados. Sequer ganharam um único jogo e no último perderam por 1 a 0 para a Colômbia.

Tite, treinador da Seleção Brasileira, trabalhou o aspecto psicológico dos jogadores no sentido de eles entenderem que as dificuldades encontradas pelo Paraguai até aqui não representam facilidades para o Brasil. O discurso foi bem assimilado.

“Vamos enfrentar um adversário que eliminou a nossa seleção por duas vezes recentemente e que por isso merece respeito. É um time muito sólido na defesa e que fecha bem os espaços. Vamos precisar tomar muito cuidado”, disse o atacante Everton.

Paraguai tem bom retrospecto contra o Brasil nas últimas edições da Copa América (Foto: Reprodução/Twitter)

O treinador do Paraguai vai manter a base que vem atuando e conta com um forte sistema defensivo com nomes como o goleiro Gatito Fernández, do Botafogo, e o zagueiro Gustavo Gómez, do Flamengo. No ataque uma dúvida que se repete a cada partida desta Copa América: Óscar Cardozo ou Federico Santander.

Caso a partida desta quinta-feira termine empatada não haverá prorrogação, com a definição do classificado partindo diretamente para a disputa de pênaltis. Quem avançar pega nas semifinais o vitorioso do embate entre Venezuela e Argentina, que jogam nesta sexta-feira no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

FICHA TÉCNICA

BRASIL X PARAGUAI

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Data: 27 de junho de 2019 (Quinta-feira)

Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Roberto Tobar (Chile)

Assistentes: Christian Schiemann (Chile) e Claudio Rios (Chile)

BRASIL: Alisson, Daniel, Thiago Silva, Marquinhos e Filipe Luís; Arthur, Allan e Philippe Coutinho; Everton, Gabriel Jesus e Roberto Firmino

Técnico: Tite

PARAGUAI: Gatito Fernández, Iván Piris, Gustavo Gómez, Junior Alonso e Santiago Arzamendia; Richard Sánchez, Rodrigo Rojas, Derlis González, Miguel Almirón e Matías Rojas; Óscar Cardozo (Federico Santander)

Técnico: Eduardo Berizzo