<
>

Copa América: Argentina se irrita com gramado da Fonte Nova e vê Barradão menos pior

A seleçao da Argentina não está nada feliz com os gramados de Barradão e Fonte Nova. Após a derrota para a Colômbia na estreia da Copa América, o técnico Lionel Scaloni foi bastante crítico em relação ao estado do campo da Arena, por exemplo.

"Primeiro, gostaria de fazer um comentário: é lamentável o estado do campo, principalmente depois do segundo tempo. Para jogadores deste calibre, fica difícil. Se no primeiro jogo o gramado estava assim, fico imaginando como estará no terceiro jogo", afirmou o comandante hermano.

De fato, o gramado da Arena Fonte Nova era uma preocupação antes da partida. As fortes chuvas que assolaram Salvador na última semana prejudicaram consideravelmente o campo do estádio, e a organização da Copa América pouco pôde fazer para resolver o problema.

Na zona mista, após a partida, a ESPN ouviu a versão de dois jogadores da Colômbia a respeito do estado do campo da Fonte Nova. O zagueiro Yerry Mina preferiu minimizar a questão: "Já joguei até descalço em todos os tipos de gramados, não tenho o que falar. Já joguei em gramado bom, em gramado ruim. Que Deus me coloque para jogar e vou jogar".

O volante Gustavo Cuéllar, do Flamengo, admitiu que o campo não estava nas melhores condições, mas negou que estivesse tão ruim quanto Lionel Scaloni falou na entrevista coletiva: "Dava para jogar futebol", garantiu.

As seleções de Argentina e Colômbia não fizeram o reconhecimento de gramado da Fonte Nova, um dia antes da partida, sob a justificativa do Comitê Organizador Local de que era para preservar o gramado por conta das chuvas que atingiram a capital baiana nos últimos dias.

A ESPN entrou em contato com a imprensa local para entender como o gramado da arena é visto e ouviu que a ideia do consórcio era colocar piso artificial no fim do ano passado, mas a Copa América vetou. O jornal Correio, da capital, noticiou em outubro de 2018 que a organização cobrou campo natural pelo menos até o término do torneio, pois é a única permitida nas competições promovidas pela Fifa.

BARRADÃO MENOS PIOR

Na última terça-feira, a reportagem já havia noticiado que alguns jogadores argentinos não estavam muito satisfeitos com o Barradão. Neste domingo, no entanto, a informação é de que a seleção tem achado o gramado do estádio do Vitória menos pior que o da Arena, palco da derrota da Albiceleste para os Cafeteros.

SALVADOR RECEBE BRASIL

A seleção brasileira vai enfrentar a Venezuela na Arena Fonte Nova nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), em jogo válido pela 2ª rodada da fase de grupos da Copa América. Será que o gramado do estádio será criticado mais uma vez?