<
>

Copa América: Quem é o fã de Ronaldinho e 'Romário colombiano' que desmoronou a Argentina em Salvador

A vitória da Colômbia por 2 a 0 sobre a Argentina na estreia da Copa América de 2019, em Salvador, na Bahia, apresentou Roger Martínez ao mundo. O atacante de 24 anos, que defende o América do México, foi autor de um gol na Arena Fonte Nova.

O jogador passou por alguns apuros no começo deste ano. Ele quase não veio ao Brasil por causa uma ordem judicial, pois não pagou pensão alimentícia para sua filha. Ele chegou a receber uma ordem da justiça colombiana que o impedia de sair do país, além de ter o salário bloqueado.

Natural de Cartagena, Roger Martínez começou em equipes de sua região antes de ir para o Boca Juniors, aos 17 anos. Sua passagem pela Bombonera durou apenas alguns meses, já que não conseguiu jogar por não estar com seus pais. Depois, voltou para a Colômbia e foi por seis meses ao Argentinos Juniors antes de ir para o Racing.

Antes de se firmar de vez na "Academia", ele acabou emprestado para times como Ramón Santamarina e Aldosivi antes de retornar. Depois de jogar apenas 13 partidas e marcar 6 gols, o colombiano foi vendido por 9,8 milhões de euros ao Jiangsu Suning, da China, em 2016.

A promessa é de que ele iria para a Inter de Milão, que pertencia ao mesmo dono da equipe chinesa. Isso, porém, não ocorreu, e Roger foi emprestado por seis meses ao Villarreal, da Espanha.

No meio do ano passado, ele foi comprado pelo América do México. Em sua primeira temporada, ele fez 14 gols em 40 partidas, faturando os Torneios Apertura e Clausura do Mexicano.

Após defender a seleção sub-23 da Colômbia, o jogador estreou pela equipe principal em 2016. Desde então, balançou as redes duas vezes em 10 aparições.

Grande fã de Ronaldinho Gaúcho, ele foi apelidado por um técnico de "chapulín" (gafanhoto) por conta da semelhança com outro astro brasileiro: Romário. O treinador achava que o colombiano era parecido com o "Baixinho".

Roger é grande fã de beisebol e tem como passatempo favorito assistir a filmes - "À Procura da Felicidade" é o seu favorito - e curte dançar, assim como vários de seus colegas de seleção. Seu estilo de música preferido é a champeta, um ritmo de música tradicional bem folclórico bem dançante da Colômbia.

A Colômbia volta a campo pela Copa América na quarta-feira, às 18h30 (de Brasília), para enfrentar o Catar na segunda rodada do Grupo B.