<
>

Brasileirão: Internacional vence o Bahia em duelo que marca 450 jogos de D'Alessandro

Na última rodada antes da parada da Copa América, o Internacional venceu o Bahia por 3 a 1, na 9ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Beira-Rio. Os gols foram feitos por Rodrigo Lindoso, Rafael Sóbis e D'Alessandro. Fernandão descontou.

O Inter chegou aos 16 pontos, e fica na 4ª colocação. O Bahia não sai dos 14 pontos, e fica na 7ª posição.

Na próxima rodada, somente na segunda semana de julho, o Bahia recebe o Santos na Fonte Nova. Já o Internacional enfrenta o Athletico Paranaense na Arena da Baixada. A CBF ainda informará as datas dessas partidas.

O Colorado continua imbatível em casa nesse Brasileiro, agora são cinco vitórias. Já o Bahia perdeu a invencibilidade, que durava seis jogos, contando a Copa do Brasil.

O JOGO

A primeira etapa foi movimentada. O Tricolor Baiano criou aos 15, em lance que Arthur Kayke cabeceou para Fernandão, mas o atacante não alcançou.

Aos 18, o lance polêmico. Em bola cruzada para a área, Rafal Sóbis cabeceou para Rodrigo Lindoso, que empurrou para a rede. Porém, a arbitragem assinalou impedimento. Depois de mais de dois minutos, o VAR confirmou o gol.

Aos 32, o técnico Roger Machado recebeu cartão amarelo por reclamação sobre o gol do adversário. Aos 46, Douglas Friedrich fez duas defesaças em chutes de Sóbis e Nico López.

O segundo tempo começou da mesma maneira, com o Inter em cima. Aos 8, Sóbis perdeu grande chance dentro da área, e aos 14, Douglas novamente fez linda defesa em cabeçada forte do atacante.

Mas, parece ironia, depois de pegar bolas sensacionais no duelo com Sóbis, o goleiro do Bahia falhou feio em finalização do camisa 23. Douglas não segurou bola fraca e colocou para dentro do gol.

Mas o tricolor não se entregou. Aos 32, depois de Marcelo Lomba se embolar com Arthur Kayke, o atacante protegeu e tocou para Fernandão marcar.

Porém, a noite não poderia acabar sem um gol do camisa 10 colorado. O meia, que comemorava 450 jogos com a camisa vermelha, recebeu na entrada da área e, com maestria, colocou no ângulo, um belo gol.

O capitão foi substituído em sequência, para receber aplausos da torcida.

A partir daí, o Inter administrou a vantagem, e neutralizou as tentativas do Bahia.

HOMENAGEM

D'Alessandro recebeu das mãos do presidente Marcelo Medeiros e do vice-presidente de futebol Roberto Melo uma camiseta e uma placa em homenagem aos 450 jogos.

CAMPANHAS

"O Inter se une ao Observatório da Discriminação Racial no Futebol na luta contra o racismo e todas as formas de discriminação dentro e fora de campo. O futebol não é salvo conduto para atos contra a dignidade humana", postou o Internacional em seu Twitter, que jogou com patch da campanha na camisa.

O Bahia replicou "Parabéns, Colorado! O Observatório da Discriminação Racial no Futebol é antigo parceiro do Esquadrão e inclusive acaba de abrir o leilão das camisas que usamos no triunfo sobre o Grêmio, com o selo da campanha".

FICHA TÉCNICA:
INTERNACIONAL 3 X 1 BAHIA

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre-RS
Data: 12 de junho (quarta-feira)
Horário: 21h30(de Brasília)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa-PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG) auxiliado por Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE) e Clovis Amaral da Silva (PE).
Renda: R$503.765,00
Público Total: 17.153
Cartão amarelo: Victor Cuesta (Internacional),Ramires (Bahia)
Gols: Rodrigo Lindoso (Internacional), aos 21 minutos do primeiro tempo; Rafael Sobis (Internacional), aos 16 minutos, Fernandão (Bahia), aos 32 minutos, D´Alessandro (Internacional), aos 35 minutos do segundo tempo.

Internacional: Marcelo Lomba, Zeca, Roberto, Victor Cuesta e Uendel, Rodrigo Lindoso (Patrick), Edenílson, Nonato e D´Alessandro (Wellington Silva), Nico López (Jonatan Alvez) e Rafael Sobis. Técnico: Odair Hellmann

Bahia: Douglas Friedrich, Nino Paraíba, Jackson, Lucas Fonseca e Moisés, Flávio (Rogério), Elton, Douglas Augusto (Shaylon) e Eric Ramires, Arthur Caíke e Fernandão. Técnico: Roger Machado