<
>

Zidane: 'Estou pronto para outra vez viver a experiência de treinador do Real Madrid'

play
Zidane festeja retorno ao Real Madrid e e fala em 'colocar o clube de volta ao que sempre foi' (0:54)

'Estou muito feliz por voltar para casa', falou o treinador francês em sua apresentação. (0:54)

Ele está de volta.

Nesta segunda-feira, o Real Madrid anunciou o retorno de Zinédine Zidane, de 46 anos, ao comando da equipe merengue - e, pouco menos de uma hora após a confirmação, o francês já foi apresentado. O novo contrato vai até junho de 2022.

Após pronunciamento de Florentino Pérez, o craque foi aplaudido por todos, tomou conta dos microfones e celebrou o momento.

"É um dia especial para todos. Estou muito feliz, isso é o mais importante. Estou muito contente por voltar para a minha casa".

O treinador também precisou responder por que decidiu deixar o clube há nove meses e como Pérez o convenceu a retornar.

"Eu precisava (sair). Podia ser que não, mas o plantel precisava de uma mudança depois de ter vencido tudo. Não é só comigo. Tinha que mudar", falou.

"O presidente me chamou. Como eu adoro o presidente e o clube, estou aqui. O mais importante é: é isso. Depois de nove meses, tenho vontade de voltar a treinar. Tomei essa decisão para isso, para o bem de todo", contou.

Aos 46 anos, Zidane afirmou que está com as "baterias recarregadas": "Estou pronto para outra vez viver a experiência de treinador do Real Madrid"

O técnico retorna para substituir Santiago Solari. A saída do técnico foi oficializada nesta segunda-feira, mas a decisão havia sido tomada uma semana atrás, quando o Real foi goleado em casa pelo Ajax e acabou eliminado da Uefa Champions League

Torneio que, claro, está marcado na história do Real pelo próprio Zidane.

O francês, que assina até junho de 2022, venceu o torneio de clubes mais importante da Europa três vezes seguidas - 2015–16, 2016–17, 2017–18. Zidane também foi campeão de LaLiga (2016-17), da Supercopa da Espanha (2017), Supercopa da Uefa (2016 e 2017) e do Mundial de Clubes da Fifa (2016 e 2017).

Solari já havia sido comunicado que não seguiria como treinador do Real, segundo a imprensa espanhola, e usou a manhã desta segunda para se despedir de todos no clube.

Zidane, por sua vez, já deve comandar o treinamento de terça-feira, com a missão de recuperar o Real na reta final de uma temporada desastrosa, com Solari e também Julen Lopetegui como técnicos.