<
>

World Fame: os 10 atletas brasileiros mais famosos do mundo, edição 2019

play
Você conhece os brasileiros mais famosos do esporte? (1:17)

Tem muito atleta do Brasil que rouba a cena por aí... Desafiamos o fã do esporte a descobrir quem são mais famosos do nosso país (1:17)

Cinco atletas brasileiros entraram na edição deste ano da ESPN World Fame 100, que indica os 100 esportistas mais famosos do mundo em 2018.

Para isso, a lista é baseada em três critérios: número de seguidores nas mídias sociais, colocação na busca do Google e placar no Google Trends, e o valor arrecadado em patrocínios e publicidade. Pelo quarto ano seguido, Cristiano Ronaldo é o rei. Quando o assunto é atletas brasileiros, Neymar reina absoluto.

Mas quem aparece no top 10 dos atletas do Brasil mais famosos do planeta? Alerta de spoiler: só tem boleiro. Divirta-se, discorde, opine!

1. Neymar, Futebol

O melhor teste de anti-herói do futebol mundial ataca novamente: Neymar foi um gerador de memes por simulações ou simplesmente o jogador que mais sofreu com as faltas na Copa do Mundo? Um fracassado ou uma estrela que lutou contra uma lesão grave e nunca deu desculpas por sua forma física abalada? Um bebê chorão ou uma máquina que mandou o México para casa em momentos brilhantes? Seus cortes de cabelo eram lamentáveis, sua forma física oscilava, mas não há ninguém que nós amamos (odiar) mais.

"Eu não me importo com as críticas, nem com os elogios." – Neymar

2. Marcelo, Futebol

Ele foi decisivo no histórico tricampeonato do Real Madrid na Champions League. Mas Marcelo também passou o ano fazendo sucesso mídias sociais como o rei do controle de bola, deixando um pequeno rastro de vídeos que deveriam estar pendurados em um museu. Quem, tendo visto, pode esquecer da maneira como ele dominou aquele lançamento longo contra o Bayern de Munique? Brilhante!

“O retorno de Marcelo traz uma alegria ao nosso jogo.” - Sergio Ramos

3. Daniel Alves, Futebol

Aos 35 anos, ele perdeu sua provável última Copa do Mundo por conta de uma lesão, mas pode se consolar com o fato de ser o jogador ativo mais vitorioso do mundo. Com a conquista da Copa da França com o PSG, ele levantou o 38º troféu da sua longa carreira. Insuperável?

“As pessoas acham que a vida que levo, sendo bem paga, é a razão de eu ser assim. Não. Eu estava mais feliz quando morava no campo com meu pai do que muitas vezes sou agora. Por quê? Porque eu não sabia o quão prostituído é o mundo.” - Dani Alves, ao "The Guardian".

4. Philippe Coutinho, Futebol

Depois de 90 minutos frustrantes no empate contra a Costa Rica na Copa do Mundo, Philippe Coutinho finalmente marcou o gol da vitória no fim da partida. O Brasil seria eliminado nas quartas de final pela Bélgica, mas, pelo menos por um dia, Coutinho, e não Neymar, foi o homem mais popular do Brasil. Pena que o sucesso daquele dia inesquecível não vem se repetindo no Barcelona.

“Dói ele ter saído porque é um jogador especial. Está lá em cima na lista dos quais eu dividi o campo” - Steven Gerrard, quando Coutinho trocou o Liverpool pelo Barcelona

5. David Luiz, Futebol

Com sua cabeleira característica, o zagueiro do Chelsea teve uma temporada ruim em 2017-18, fazendo com que perdesse espaço na seleção brasileira. David Luiz fez bom uso do tempo livre. Ele e sua família viajaram para Dubai, onde nadou com golfinhos, visitou o arranha-céu do Burj Khalifa e fez flyboards - enquanto compartilhava suas aventuras com seus 18,6 milhões de seguidores no Instagram.

“Não estou dizendo que as pessoas têm de gostar de mim ou que ninguém possa me criticar. Faça isso com razão e equilíbrio, com responsabilidade. Não falte com respeito.” - David Luiz

6. Oscar, Futebol

Titular na Copa de 2014, ele não foi mais convocado para a seleção desde 2015. Dois anos depois, trocou o Chelsea por uma oferta milionária do Shanghai SIPG. Você pode não saber o que tem acontecido com ele na China, mas Oscar está feliz da vida. Em 2018, brilhou na conquista o primeiro campeonato chinês da história do clube, com 12 gols e 19 assistências, entrando para o time ideal do torneio. Será que ele volta à seleção? Tite pode responder.

“Eu vim de uma realidade social muito pobre no Brasil. Nós não tínhamos nada. Isso aqui é fruto do meu trabalho, e quando eu ganho isso [alusão ao salário na China], é porque eu conquistei. Da mesma forma que eu vim para cá, eu posso retornar para a Europa” - Oscar, em 2017, para a Copa 90

7. Thiago Silva, Futebol

Sim, o PSG fracassou na Champions League da última temporada. Sem Neymar, lesionado, caiu as oitavas para o campeão Real Madrid. Na Copa do Mundo, o zagueirão, que havia perdido espaço, se firmou como titular e teve um desempenho quase perfeito, mesmo com a eliminação para a Bélgica nas quartas de final. Um ano para esquecer, certo? Errado. O "Monstro" foi campeão de tudo: Ligue 1, Supercopa da França, Copa da Liga e Copa da França. Ou melhor, campeão de quase tudo...

"Lutamos em cada jogo, trabalhamos forte em cada treino, nos entregamos de corpo e alma, nesses mais de 40 dias juntos, sonhando por um objetivo, uma conquista que nos daria uma realização inexplicável e uma grande alegria ao nosso povo. A tristeza é grande pela conquista desejada não ter se realizado nesta Copa do Mundo, mas conseguimos conquistar algo, através do amor de servir o nosso país: o resgate deste sentimento do nosso povo pela seleção brasileira" - Thiago Silva, no Instagram, após a eliminação na Copa

8. Casemiro, Futebol

Quando saiu criticado do São Paulo, em 2013, rumo ao Real Madrid, Casemiro parecia que ficaria na esperança. Emprestado ao Porto, amadureceu. De volta ao Santiago Bernabéu, se firmou como titular e passou a aparecer em listas e mais listas do melhores do planeta no setor. Mais do que isso, se tornou indispensável na seleção brasileira de Tite e indiscutível no time que disputou a Copa do Mundo da Rússia. Suspenso, não enfrentou a Bélgica, na derrota que eliminou o Brasil nas quartas de final. Seria diferente com Casemiro em campo? Jamais saberemos...

“É como o Xavi disse, não entendo o jeito de jogar deles, não tenho o DNA e, por isso, não poderia ser contratado pelo Barcelona. Na verdade, nem queria. Sou Real, sou Madrid até a morte e sonho em jogar por este clube desde pequeno” - Casemiro, em entrevista ao programa de rádio "El Larguero"

9. Roberto Firmino, Futebol

Não dá para reclamar de 2018, né, Firmino? Foi no ano passado que ele se firmou no ataque do Liverpool, se tornando peça fundamental no esquema de Jurgen Klopp e fazendo parte de um trio letal ao lado de Mané e Salah. Foi também no ano passado que ele ganhou a confiança de Tite e passou a figurar na seleção brasileira, disputando a Copa do Mundo da Rússia e, com as atuações discretas de Gabriel Jesus, teve seu nome pedido jogo a jogo. De volta à Premier League, continuou o ano mágico, sendo um dos líderes de um Liverpool envolvente, que pode conquistar a Premier League. Ah, no meio de tudo isso, renovou contrato até 2023. Nada mal, Firmino!

"[Ele é] muito calmo, muito legal. Nós gostamos um do outro, temos uma boa conexão. Nós sabemos como jogar juntos. Eu acho que eu e Firmino formamos uma boa dupla" - Mohamed Salah, em entrevista exclusiva à ESPN Brasil

10. Gabriel Jesus, Futebol

O 2018 de Gabriel Jesus não foi dos melhores. Ele literalmente começou o ano com um susto, já que, no dia 1º de janeiro, o Manchester City anunciava uma lesão nos ligamentos do joelho do jogador, que ficou fora até o começo de março. Titular na Copa do Mudo da Rússia, virou alvo das críticas por não fazer gols, passando os cinco jogos do Mundial em branco. Também não empolgou no Manchester City após a Copa, com três gols na reta final do ano passado da Premier League. 2019 pode marcar o ressurgimento do artilheiro.

“O Gabriel precisa relaxar, porque eu admiro muito o trabalho dele. Estou encantado e ele vai nos ajudar bastante. Como muitos outros, ele é muito jovem e ainda vai melhorar muito. Sim, é verdade que os atacantes são avaliados pelos gols que marcam, mas nós precisamos bastante dele para o nosso jogo” - Pep Guardiola, técnico do City