<
>

Roland Garros: Rafael Nadal domina, vence Moutet e segue para a terceira rodada em Paris

Maior campeão da história do Grand Slam francês, Nadal não dá chances para Moutet, vence por 3 sets a 0 e está na terceira rodada mais uma vez


Rafael Nadal segue em busca do 14º título da carreira em Roland Garros. Na tarde desta quarta-feira, o espanhol teve pela frente Corentin Moutet, da França, e conseguiu a vitória por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/1 e 6/4. Agora, o espanhol terá o holandês Botic Van de Zandschulp, cabeça de chave número 26 do torneio, por uma das vagas na quarta rodada em Paris.

Você acompanha os jogos de Roland Garros com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+.

"Estou muito feliz com a vitória e com o bom jogo contra um tenista duro. Sempre especial jogar aqui na Philippe-Chatrier. Agora é ir um dia de cada vez. O início do ano foi bom, mas depois vieram as lesões. Roland Garros para mim é o torneio mais importante do ano e preciso ir um dia por vez e curtir o momento", comentou Rafael Nadal após a vitória.

O jogo

Jogando na quadra Philippe-Chatrier, a “sua casa” em Roland Garros, Rafael Nadal fez o que se esperava. Dominante em seus saques e pressionando Moutet, o maior campeão do Grand Slam francês logo abriu 4 a 1 no placar. Na sequência, com cada um dos tenistas confirmando seu serviço, o espanhol confirmou a vitória por 6/3.

Na segunda parcial, Nadal seguiu com o início arrasador. Com duas quebras nos três primeiros games do set, o espanhol colocou 4 a 0 no marcador e encaminhou a vitória. Na parte final, apesar da melhora de Corentin Moutet, Rafael Nadal manteve seu serviço e fechou com um 6/1.

Pressionado, Moutet abriu o terceiro set quebrando o saque de Nadal pela primeira vez na partida e colocou 2 a 0 no placar da parcial. Atrás do placar pela primeira vez, Nadal apertou o ritmo, venceu três games seguidos e virou a parcial logo na sequência, fazendo 3 a 2. Na parte final do jogo, o espanhol voltou a quebrar o saque do tenista francês e abriu vantagem mais uma vez. Sacando para fechar o duelo, Rafael Nadal viu o adversário voltar a crescer e sofreu a quebra. Em seguida, Nadal mostrou porque é o maior da história no saibro de Paris e fechou o jogo com um 6/4.