<
>

Osasco bate Barueri e encosta no rival na tabela

O Osasco-Audax (SP) jogou em casa e venceu a nona partida na Superliga Cimed feminina de vôlei 18/19. Nesta sexta-feira (08.02), a equipe do treinador Luizomar de Moura superou o Hinode Barueri (SP) por 3 sets a 0 (25/21, 25/17 e 28/26), no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP). A partida foi válida pela quinta rodada do returno da competição e teve um público de 2.935 pessoas.

O resultado manteve o Osasco em quinto lugar na classificação geral, com 28 pontos (nove vitórias e seis derrotas). O Barueri está em quarto lugar, com 32 pontos (11 resultados positivos e cinco negativos). O Itambé Minas é o líder isolado, com 44 pontos.

A ponteira Mari Paraíba recebeu o maior número de votos no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e ficou com o Troféu VivaVôlei.A atacante recebeu a premiação das mãos da campeã olímpica Tandara. A oposta norte-americana Hooker também brilhou e foi a maior pontuadora do confronto, com 20 acertos. Ao final do duelo, Mari fez uma análise do confronto.

“Sempre esperamos um jogo difícil contra o Barueri que vem crescendo na competição. Treinamos forte para esse confronto e estou muito feliz porque tirando o terceiro set, conseguimos manter um bom nível durante todo o jogo. Sacamos bem e anulamos as principais jogadas do time delas”, explicou Mari Paraíba.

As duas equipes voltarão à quadra na próxima terça-feira (12.02). O Osasco (SP) duelará com o Balneário Camboriú (SC), às 19h30, no José Liberatti, em Osasco. O Barueri terá pela frente o Minas Tênis Clube, às 19h, na Arena Minas, em Belo Horizonte.

O primeiro set começou equilibrado. Bem no bloqueio, o Barueri abriu dois pontos (11/9). Quando as visitantes fizeram 12/9, o treinador Luizomar de Moura pediu tempo. A paralisação fez bem as donas da casa que viraram o marcador para 14/13. O Osasco dominou a parte final da parcial e venceu o primeiro set por 25/21.

O Osasco seguiu melhor no início do segundo set e fez 5/1. Quando as donas da casa fizeram 8/3, o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. Bem no saque e no bloqueio, o time de Osasco abriu sete pontos (12/5). O Osasco segurou uma reação do Barueri e venceu o segundo set por 25/17.

O Barueri fez os dois primeiros pontos do terceiro set. Quando as visitantes fizeram 11/8, o treinador Luizomar de Moura pediu tempo. Com um ponto de saque da central Milka, o time de Barueri abriu quatro pontos (15/11). O Osasco conseguiu uma grande reação no final da parcial e venceu o terceiro set por 28/26 e o jogo por 3 sets a 0.

O Sesc RJ jogou em casa e venceu mais uma na Superliga. O time carioca superou o Pinheiros por 3 sets a 0 (25/22, 25/22 e 25/14), no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro. A ponteira dominicana Peña brilhou, ficou com o Troféu VivaVôlei e foi a maior pontuadora do confronto, com 11 pontos.

O Itambé Minas contou com o apoio da torcida e manteve a liderança na Superliga. O time de Belo Horizonte passou pelo Fluminense por 3 sets a 0 (25/17, 26/24 e 25/12), na Arena Minas. O São Cristóvão Saúde/São Caetano manteve o bom momento no campeonato e superou o Curitiba Vôlei. O time do ABC Paulista venceu a equipe paranaense por 3 sets a 0 (25/19, 27/25 e 25/15), no ginásio Lauro Gomes, em São Caetano do Sul. E o BRB/Brasília Vôlei viajou até Balneário Camboriú e venceu de virada. O time cadango passou pelo Balneário Camboriú (SC) por 3 sets a 1 (17/25, 25/21, 25/22 e 25/19), no Multieventos Hamilton L. Cruz.