<
>

Dani, do Vôlei Renata, ressalta maratona de jogos pela Superliga

O Vôlei Renata começou fevereiro com o pé direito ao derrotar o Sesc-RJ, por 3 a 2, no Ginásio do Taquaral, em Campinas, no último final de semana. O mês, porém, promete ser pesado para o time campineiro. Com cinco jogos nos próximos 23 dias, todos pela Superliga masculina de vôlei, os comandados do técnico Horácio Dileo terão uma verdadeira maratona.

Maior pontuador do Vôlei Renata na vitória sobre o Sesc, com 21 acertos, o oposto Dani destacou o equilíbrio da competição. “A Superliga é um torneio muito igual. Jogando contra o lanterna ou contra o líder sabemos que será um duelo de alto nível e complicado, então temos que estar atentos e preparados para tudo o que está por vir”, disse o camisa 12, um dos destaques do time campineiro na competição.

A sequência de jogos continua na próxima sexta-feira, quando o Vôlei Renata encara o Sesi-SP. Em seguida, os campineiros tem pela frente Sada/Cruzeiro e Vôlei Ribeirão, nos dias 16 e 20, respectivamente, ambos fora de casa. De volta ao Taquaral, os comandados de Horácio Dileo encaram Maringá, dia 23, e fecham o mês diante Caramuru Vôlei, em Ponta Grossa, dia 28.

“Uma hora ou outra teríamos essa sequência, então temos que aproveitar para aprimorar nosso trabalho e buscar bons resultados, pois é um período que vai nos preparar para os desafios que vamos ter pela frente. Conseguimos uma vitória importante no último final de semana, que mostra que temos condições de encarar todos de igual para igual qualquer times”, comentou o capitão Vini.

O Vôlei Renata ocupa o sétimo lugar na classificação da Superliga, com 22 pontos, e volta às quadras para enfrentar o Sesi-SP, na próxima sexta-feira, dia 8, às 19h (de Brasília), na Arena Suzano.