<
>

Rio derrota o São Caetano e assume liderança provisória da Superliga

A quarta rodada do returno da Superliga feminina de vôlei começou a todo o vapor. Na noite desta sexta-feira, jogando fora de casa, o Sesc/Rio de Janeiro alcançou a 14ª vitória na competição ao derrotar o São Caetano por 3 sets a 0, com parciais de 25/18, 25/21 e 25/21.

Com o resultado, a equipe carioca assume agora a liderança provisória do torneio, com 40 pontos conquistados e uma campanha de 14 triunfos e apenas uma derrota. Por outro lado, o São Caetano permanece na parte de baixo da tabela, com 16 pontos.

A primeira colocação do Rio de Janeiro, do técnico Bernadinho, pode não durar muito. Isso porque o Praia Clube, invicto até então, joga somente na segunda-feira, contra o Fluminense. O clube de Uberlândia tem 39 pontos, com 13 vitórias em 13 partidas.

As visitantes não tiveram dificuldades para sair com o triunfo no jogo, mesmo jogando no Ginásio Lauro Gomes, em São Caetano do Sul. Com facilidade, o Sesc não encontrou problemas durante o confronto, tomando as rédeas da disputa.

Na próxima rodada, o Rio de Janeiro encara o time do Pinheiros, dessa vez jogando em seus domínios, às 20h00 (horário de Brasília) do dia 26 de janeiro. Já o São Caetano enfrenta o Barueri no mesmo dia, mas às 21h30 (horário de Brasília).

Barueri derrota Valinhos – Em outra partida da noite desta sexta-feira pela Superliga feminina, o Barueri, do técnico José Roberto Guimarães, venceu o Renata Valinhos sem problemas por 3 sets a 0, com parciais de 25/20, 25/18 e 25/19.

Com o triunfo, a equipe paulista chega em uma campanha de oito vitórias e sete derrotas, com 24 pontos somados. Na próxima rodada, o Barueri volta a jogar em seus domínios, dessa vez contra o São Caetano. Já o Valinhos permanece na penúltima colocação do torneio, tentando a reação em casa contra o Sesi, no dia 26 de janeiro, às 20h00 (horário de Brasília).

Sesi perde mais uma e continua na lanterna – As coisas continuam ruins para o Sesi. A equipe novamente saiu derrotada pela Superliga, competição em que ainda não conhece o que é vitória: são 15 derrotas em 15 partidas. Dessa vez, as paulistas perderam para o Bauru, por 3 sets a 1. As parciais do confronto ficaram em 25/19, 24/26, 33/31 e 25/12.

Minas supera o Brasília – Já o Minas não teve nenhum problema em despachar o Brasília por 3 sets a 0, com parciais de 25/17, 25/8 e 25/22. A líbero Léia foi eleita a melhor jogadora da partida, vencida com facilidade pela sua equipe.

Com o resultado, o Minas chegou aos 31 pontos, com 10 triunfos e cinco derrotas, ocupando provisoriamente a terceira posição. Na próxima rodada, o clube enfrenta o Bauru, às 20h00 (horário de Brasília) do dia 26 de janeiro. Já o Brasília continua na parte de baixo da tabela, com 10 pontos.