<
>

Sesc vence duelo contra Taubaté e termina ano na vice-liderança

Um duelo entre dois dos melhores times do primeiro turno da Superliga Masculina de Vôlei. Sesc e Taubaté protagonizaram uma partida digna das campanhas das equipes, iguais nos primeiros 11 jogos e valendo a vice-liderança de 2017. Nesta quinta-feira, melhor para os cariocas, que superaram o time do interior paulista por 3 a 0 (25 a 23/25 a 23/25 a 18), em duelo recheado de confusão, expulsões e polêmica.

Os dois times voltam a quadra no dia 13 de janeiro. O Sesc recebe o líder Sada Cruzeiro, enquanto Taubaté viaja para enfrentar Maringá, pela 13ª rodada.

O JOGO

Um começo muito equilibrado foi a tônica dos sets entre Taubaté e Sesc. No primeiro, a vantagem mais consistente do time carioca foi ao abrir 15 a 11, com uma bola de xeque de Renan. A equipe do interior paulista não se encontrava em quadra e começou a ver o set perdido depois dos dois toques no levantamento, que deixaram o Sesc com 21 a 16 na frente. Depois de esboçar uma reação e deixar a partida em um ponto de diferença, João Rafael atacou, a bola correu pela rede e caiu na quadra de Taubaté, triunfando por 25 a 23.

Praticamente um espelho do primeiro set no segundo. O mesmo equilíbrio, mas dessa vez uma pequena vantagem para Taubaté no meio da parcial. Wallace aproveitou o contra ataque e colocou o time paulista em vantagem, 15 a 11. Porém, a reação, não alcançada pelo mandante no início, foi a marca do Rio de Janeiro para empatar em 22 a 22.

O ponto decisivo foi rodeado de polêmica. Saque para o Sesc vai para fora, mas o árbitro assinalou bola dentro da quadra e decretou a vitória dos cariocas, novamente por 25 a 23. No final, o técnico de Taubaté fpoi expulso pela reclamação.

A polêmica e a expulsão deixaram o jogo bem mais tenso no terceiro set. Logo no início, mais uma exclusão e a vantagem inicial de Taubaté durou pouco. Em constante vantagem, ora por três, ora por dois pontos, o Sesc conduziu a vitória e administrou a vantagem, chegando até a abrir oito pontos de diferença, para vencer a 10ª partida na competição nacional. No ponto final, erro de saque da Taubaté para a vitória do Sesc por 25 a 18.