Este documentário do projeto 'Memória do Esporte Olímpico Brasileiro' fala sobre a atleta brasileira Aida dos Santos, que viveu uma epopeia nos Jogos Olímpicos de Tóquio de 1964. Ele foi a única mulher da delegação brasileira e não teve patrocinador nem apoio da federação, além de ter viajado sem técnico e sem intérprete. Entre outros obstáculos, teve que usar uma sapatilha emprestada por um corredor cubano e, mesmo assim, conquistou a quarta colocação no salto em altura. Neste filme, Aida volta a Tóquio 47 anos depois e narra as lembranças da sua brilhante participação na Olimpíada. Veja!